Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

Marcelo Tavares confirma que oposição vai apoiar Arnaldo Melo em possível eleição indireta para governador

23 de novembro de 2013 : 08:49

Como divulgado anteriormente com exclusividade por este blogue (veja aqui), o ex-líder da oposição Marcelo Tavares (PSB) confirmou que os oposicionistas vão apoiar a candidatura de Arnaldo Melo (PMDB) ao governo do estado em uma possível eleição indireta dentro da Assembleia Legislativa, caso seja confirmada a ida de Washington para o TCE e Roseana renuncie para disputar o Senado.

Arnaldo tem bom relacionamento com Marcelo e com toda
bancada oposicionista, dizem que ele “cumpre acordos”

Marcelo Tavares que será coordenador da campanha de Flávio Dino (PC do B), informa que a tendência da Oposição será votar em Arnaldo Melo: “Nós não enxergamos a possibilidade de votar um nome que esteja ausente desta Casa e mais do que isso, se Arnaldo Melo assumir por trinta dias por que nós vamos fazer um quarto governador neste período?”, questiona o parlamentar que também avalia como natural deixar Arnaldo no cargo.

A oposição tem onze votos, caso todos se unam, dessa forma, sabem que não podem arriscar em querer lançar um candidato próprio dentro do parlamento, pois vão acabar sendo derrotados, então eles decidiram adotar a prática de fechar com um nome, que talvez seja menos nocivo aos desejos oposicionistas para 2014.

Por essa postura de Arnaldo manter uma boa relação com a oposição e de não passar total confiança para a governadora Roseana Sarney (PMDB), toda a cúpula peemedebista avalia muito bem como será a condução de uma possível eleição indireta e neste contexto não está descartado levar, inclusive, Luís Fernando (PMDB) para a disputa. Mas o secretário de Infraestrutura no momento não quer “queimar cartucho”, uma vez que ele acredita ser possível ter um mandato de oito anos e não só de 4 anos e 8 meses.

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>