Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

Nasce um novo jeito de olhar São Luís

8 de dezembro de 2020 : 17:36


Por Sofiane Labidi

Atenas Brasileira, Ilha do Amor, Cidade do Azulejo, Jamaica Brasileira, etc.  São tantas denominações para nossa querida Ilha encantadora.  São Luís completou, em 2020, 408 anos de fundação.  São mais de quatro séculos de uma história muito rica, gloriosa e fascinante.  Classificada pela UNESCO como Património Cultural da Humanidade desde 1997, São Luís é um berço da cultura e atingiu seu apogeu de progresso e desenvolvimento na segunda metade do século XVIII.

Nos últimos anos, São Luís vem sofrendo profundas transformações em diversas dimensões.  Algumas delas são bem visíveis outras um pouco menos.  Tais transformações implicaram na formação de uma São Luís muito mais complexa, que adquiriu as características de um grande centro urbano, e que infelizmente deixou de ser um destino turístico e se tornou, em inúmeras vezes, manchete negativa na mídia nacional e até internacional.

O processo da transformação de São Luís se deu muito rapidamente e as mudanças ambientais, econômicas, sociais e culturais foram ocorrendo sem que houvesse um monitoramento e uma avaliação de seus impactos.  Certamente, São Luís está pagando hoje o preço de um crescimento desordenado e sem Planejamento.

Entre todas as transformações ocorridas nos últimos anos no mundo, a transformação digital é a de maior importante.  A Inovação Tecnológica está impactando os indivíduos e a sociedade em geral.  Vivemos a era da informação e do conhecimento.  O desenvolvimento das cidades está cada vez mais moldado pela inovação tecnológica levando ao conceito das Cidades Inteligentes (Smart Cities) que une Inovação Tecnológica, Inteligência Artificial, Criatividade e Sustentabilidade como fatores preponderantes para o desenvolvimento.  Este conceito está se consolidando como uma alternativa bastante viável para conter os grandes ajustesdecorrentes da urbanização.

É na cidade que são feitas as grandes interações, sociais, econômicas e culturais.  Contudo, a Cidade é o lugar onde há um crescimento populacional e vegetativo, derivando os indivíduos para áreas vulnerabilidades sociais (desemprego, do congestionamento no trânsito, da violência, etc.).  As cidades tornam-se palco de grandes problemas difíceis de serem contornados.

Assim, a cidade contemporânea traz consigo novos desafios, oportunidades, e necessidades do desenvolvimento sustentável e de gestão. A pergunta é:  como será a cidade do futuro?  Qual é o modelo de cidade que desejamos?  E o certo é que devemos optar por uma cidade inteligente, i.e. uma cidade sustentável, humana, inovadora, e criativa e que deve ser focada, planejada, e feita para o bem-estar das pessoas.

A boa notícia para os Ludovicenses é que pela primeira vez na história de São Luís, nos elegemos um prefeito que valoriza o Conhecimento, a Tecnologia e a Inovação.  O Deputado Federal e Prefeito Eleito de São Luís Eduardo Braide se preparou, estudou, e tem um Projeto para São Luís.  Seu Programa de Governo mostra claramente seu compromisso de colocar São Luís no Mapa Brasileiro da Ciência e da Inovação com o “Programa São Luís Inteligente” uma estratégia de implantação modular do conceito de Smart City na nossa Capital.  O Programa é baseado no uso das Tecnologias da Informação e Comunicação -TICs e da Inteligência Artificial para realização de grandes avanços nas áreas prioritárias e estratégicas como educação, saúde, governo eletrônico, segurança pública, transporte e mobilidade urbana, e meio ambiente.  O Programa tem como Pilar o fortalecimento do Ecossistema Ludovicense da Inovação, criando o Parque Tecnológico de São Luís com uma Fábrica de Software, um Hub de Inovação e de Incubadoras e Aceleradoras de Startups, que buscarão assumir a posição de players nacionais.  O Programa deve também implantar um modelo de gestão do conhecimento que viabilize a integração dos stakeholders do ecossistema de inovação e interagir com as comunidades para fortalecer as Tecnologias Sociais.

O futuro da humanidade passa pela ciência.  Cada vez mais, a nossa sobrevivência está dependendo do conhecimento e de sua aplicação.  A ciência é a descoberta e a geração de conhecimentos fruto da investigação científica.  É de fundamental importância perceber que a ciência é a grande responsável pelo desenvolvimento social, social, econômico de uma nação, de uma região, de um estado, e de uma cidade.  Sem a ciência, seremos, eternamente, meros copiadores e consumidores de modelos, e continuaremos dependentes para sempre.  É com o conhecimento, empreendedorismo, e inovação que iremos crescer e co-criar um futuro melhor.

Quando falo de conhecimento, me refiro à necessidade de uma educação de qualidade focada nas reais necessidades da nossa gente.  Criatividade e Inovação são as competências mais requisitadas na Educação 4.0.  Quando falo de empreendedorismo, me refiro à importância das Empresas e Startups no tecido econômico e social, pois elas são as grandes responsáveis pela geração de emprego e de riqueza na nossa cidade, no nosso estado e no nosso país.  Quando falo de inovação, me refiro à importância da criatividade e da pesquisa científica que é transformada em riqueza.

Sem dúvida, a Agenda do futuro é a agenda da formação, do conhecimento, da ciência, tecnologia e inovação.  Vamos dar aos nossos jovens as condições para produzir ciência e consequentemente se tornarem autônomos, conscientes e críticos na nossa sociedade.  Vamos intensificar o aporte da ciência e da tecnologia na nossa estratégia de desenvolvimento.

Queremos uma cidade que seja boa para se viver e que propicie o bem-estar para sua gente.  Portanto, é de extrema importância que a atuação governamental seja pautada no Planejamento, na definição de Prioridades e Metas mobilizadoras; e tudo isto deve ser norteado por estudos científicos sérios e aprofundados e um diálogo prontifico com a sociedade.

Felizmente, o tamanho do desafio de São Luís está na altura do homem escolhido por nosso povo para gerir sua cidade.  Estamos muito confiantes porque está nascendo um Jeito Novo de Olhar São Luís que é o jeito correto para olhar a nossa cidade.  Bons ventos para nosso Prefeito, Bons Ventos para São Luís.  Viva a Ciência e a Esperança.

Prof. Sofiane Labidi,
Doutor em Inteligência Artificial pela França.

2 comentários em “Nasce um novo jeito de olhar São Luís”

  1. Walter Borges

    2 anos atrás  

    Só quem conhece a ciência tem autoridade no que fala! Dr. Labidi é o unico homem em nosso Estado com bagagem intelectual de nível internacional para falar em tecnologia e inovação.

  2. Cardoso

    2 anos atrás  

    Cego, o tempo dirá, um prefeito que já nasce no bojo da polícia federal por práticas de corrupção, São Luís merece um gestor honesto.

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>