Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

A verdade sobre a exoneração de Pedro Alencar da Comissão de Prerrogativas da OAB/MA

31 de agosto de 2017 : 19:14

Tem sido informado por alguns blogs que o Presidente Thiago Diaz teria sido “autoritário” em exonerar o vice-presidente da OAB, da comissão de prerrogativas. No entanto, esse blog descobriu que tal afirmação é totalmente mentirosa.

Chegou a este blog a verdade dos fatos. Não foi Diaz que exonerou Pedro Alencar da comissão e sim toda a diretoria da OAB: Presidente, Secretário Geral, Secretária Geral Adjunta e Tesoureira.

Isso mesmo, o isolamento do vice-presidente é tão grande que todos os demais diretores assinaram sua portaria de exoneração da comissão de prerrogativas.

Ao que parece o vice tentou articular um “golpe” no presidente Diaz, mas não teve sucesso em seu intento, muito pelo contrário.

Os membros da OAB se revoltaram com os ataques que Pedro “Temer” Alencar vem fazendo sem justificativa contra Thiago Diaz e seus pares, e resolveram tirá-lo da comissão de prerrogativas, que vinha sendo utilizada por ele para fazer campanha visando a eleição do próximo ano.

A coisa fedeu pro lado do vice que não só viu naufragar o “golpe” como ainda viu o grupo que o ajudou a se eleger se voltar contra ele.

Pra piorar ainda mais sua situação, agora surge no grupo uma corrente favorável a afastá-lo até mesmo da vice-presidência da OAB.

Hoje, Pedro Alencar tenta, através de alguns blogs, denegrir a imagem da própria instituição da qual ainda faz parte, inventando que a proprietária da empresa de comunicação seria parente de Diaz. O que, checado, se mostrou outra mentira.

É, pelo visto, a “tirania” na verdade vem do próprio Alencar, que se está se lixando para a advocacia e prefere que a OAB exploda, desde que ele consiga sair de “bonzinho”. A “vítima” na verdade é lobo em pele de cordeiro.

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>