Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

PDT perderá espaço na chapa de Flávio Dino, após nova distribuição do tempo de TV para eleição de 2014

11 de outubro de 2013 : 08:21

A nova distribuição do tempo de TV para a eleição de 2014, trouxe uma nova configuração para o cenário político do próximo ano no Maranhão, alguns partidos perderam prestigio e outros ganharam muita força. No caso do Maranhão quem ficou desvalorizado foi o PDT de Weverton Rocha, partido que antes contava com 53 segundos de televisão, agora terá 42 segundos, uma perda de 11 segundos, que representava quase 20% do seu tempo anterior.

Partido de Weverton perdeu 11 segundos de televisão

O deputado federal Weverton Rocha, que gosta de jogar na cara de Flávio Dino (PC do B) e de toda a oposição, que ele é o responsável pela eleição de Edivaldo Holanda Júnior (PTC), a prefeitura de São Luís, por ter sido o primeiro a apoiar o movimento, além de conceder a candidatura, tempo de tv suficiente para ganhar boa visibilidade, não terá mais o mesmo argumento agora, uma vez que sua legenda passa a ser somente uma coadjuvante, diante do tempo dos outros partidos que apoiam a candidatura do presidente da Embratur.

O recém-criado, Solidariedade, por exemplo, já nasce com um minuto de televisão, quase 20 segundos a mais que o tradicional PDT de Weverton Rocha. Apesar do pouco tempo de criação e registro no TSE, agora é o deputado federal Simplício Araújo, presidente do SDD no Maranhão, quem pode começar a colocar as cartas na mesa.

A situação do PDT piorou tanto que antes em relação ao PC do B, o partido de Brizola tinha 21 segundos de diferença. A legenda de Flávio Dino possuía apenas 32 segundos, hoje com a nova divisão do tempo partidário, passou a ter os mesmos 42 segundos dos pedetistas.

Sem esse trunfo na mão, Weverton Rocha e a turma do PDT podem perder a força para reivindicar a vaga de vice-governador na chapa de Flávio Dino e consequentemente outros cargos em um possível mandato Dinista. Dessa forma, fica certo que o cenário mudou completamente, após as trocas partidárias, quem cantava de rei, pode ter que se contentar em ficar como súdito ou simplesmente ir cantar em outra freguesia.

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>