Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

Prefeito Eduardo Braide lança nova etapa do Programa Alimenta Brasil com participação de 800 agricultores familiares

11 de agosto de 2022 : 10:48

O prefeito Eduardo Braide lançou, nesta quarta-feira (10), na Associação Recreativa e Beneficente do Bairro Matinha, no Maracanã, Zona Rural de São Luís, o Programa Alimenta Brasil (PAB), antigo Programa de Aquisição de Alimentos (PAA). O Programa, coordenado pela Secretaria Municipal de Segurança Alimentar (Semsa), abrange 800 agricultores familiares, beneficiando mais de 100 mil famílias em situação de vulnerabilidade social com alimentação de qualidade.

“Saímos de 93 produtores que eram cadastrados no antigo PAA, passamos para 400 e agora com o Programa Alimenta Brasil chegamos a 800 produtores de São Luís que fornecerão alimentos saídos aqui da nossa cidade para mais de 100 mil famílias em situação de vulnerabilidade social. Esse é um trabalho muito forte da Prefeitura que faz com que a comida saia do campo e chegue até a mesa das pessoas que mais precisam”, destacou o prefeito Eduardo Braide.

O Programa Alimenta Brasil é destinado à aquisição de alimentos em uma escala mais ampla de opções, contribuindo ativamente com agricultores familiares, extrativistas, povos indígenas e demais coletivos, como é o caso da agricultora Sônia Lira, da Associação de Hortifruti São Joaquim de Itapera, que viu o escoamento da sua produção melhorar significativamente.

“É por meio desse programa que nós agricultores podemos escoar nossa produção. Antes a gente produzia e não tinha onde escoar, depois que o prefeito Eduardo Braide assumiu a Prefeitura o aumento de agricultores beneficiados aumentou muito, e deu uma alavancada e estou muito grata. É um privilégio para nós da Zona Rural porque temos certeza que tudo o que a gente produzir vai ter um destino”, disse a agricultora.

O agricultor Manoel Meneses, de 48 anos, vê uma ligação perfeita entre quem produz e quem precisa do alimento, sobretudo as famílias que mais precisam. “Milhares de famílias passando fome e a gente tem a terra para produzir o que essas famílias têm que comer. Então, com esse programa que o prefeito está trazendo hoje, todos ganham, tanto os agricultores como as famílias mais pobres”, disse.

A secretária Nirvana Anchieta, titular da Semsa, explicou que neste momento os agricultores assinam o Termo de Adesão ao Programa, atestando a inclusão deles nas vagas disponíveis – 800 vagas, sendo 400 nesta primeira etapa e mais 400 na segunda – e falou do porque Matinha ter sido a comunidade escolhida para o lançamento do Programa.

“O bairro Matinha é onde temos a maior quantidade desses agricultores beneficiados, temos três centrais de distribuição dos alimentos, o primeiro pólo é o da Matinha e, por esse motivo, também foi o bairro escolhido para o lançamento”, frisou.

No evento, também estavam presentes o secretário municipal de Agricultura, Pesca e Abastecimento, Liviomar Macatrão; a secretária em exercício da Secretaria Municipal da Criança e Assistência Social (Semcas), Ana Carla Furtado e o subprefeito da Zona Rural, Dilmar Araújo.

Segurança Alimentar

O Programa Alimenta Brasil tem duas finalidades básicas: promover o acesso à alimentação e incentivar a agricultura familiar. Para isso, o programa compra alimentos produzidos pela agricultura familiar e os destina a pessoas em situação de insegurança alimentar e nutricional, atendidos pela rede socioassistencial, pelos equipamentos públicos de segurança alimentar e nutricional e pela rede pública de ensino.

O Alimenta Brasil promove, ainda, o abastecimento alimentar por meio de compras governamentais de alimentos; fortalece circuitos locais e regionais e redes de comercialização; valoriza a biodiversidade e a produção orgânica e agroecológica de alimentos; incentiva hábitos alimentares saudáveis e estimula o cooperativismo e o associativismo.

Inscrições

As 100 mil famílias que serão beneficiadas nesta etapa do Programa, precisam estar inscritas no CadÚnico, sistema onde ficam registradas as famílias que fazem parte dos programas sociais do Governo Federal e as inscrições são feitas nos Centros de Referência de Assistência Social (Cras).

Além disso, a Semcas também é uma parceira do Programa e pode ajudar com informações. A Semcas fica na Avenida São Luís Rei de França, 456, no bairro Turu em São Luís.

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>