Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

Josimar, Roberto Rocha e Lahesio não demonstram força eleitoral para fazer frente aos nomes do grupo Flávio Dino

2 de janeiro de 2022 : 09:42

O governador Flávio Dino (PSB), apesar de muito ter sido questionado ao longo dos últimos anos quanto a sua liderança política, vai provando através de pesquisas que ele é exatamente o mais relevante líder no Maranhão. Afinal em todos os levantamentos são os seus aliados que despontam como favoritos para governar o Maranhão, enquanto que seus opositores – Josimar de Maranhãozinho (PL), Roberto Rocha (PSDB) e Lahesio Bonfim (PTB) – não demonstram condições de qualquer sucesso eleitoral.

Roseana, líder em todas as pesquisas, é a exceção. Afinal com quatro mandatos em cinco disputas majoritárias, mais o mandato de senadora e deputada federal, acaba lhe dando um grande “recall”. Soma-se ao fato de que a ex-governadora não é uma crítica ferrenha a Flávio Dino.

Por outro lado, Roberto Rocha, Lahesio Bonfim e agora Josimar, todos críticos ferrenhos a Flávio Dino vão derretendo nas pesquisas. Os números das últimas pesquisas de 2020 mostram que todos eles perderam pontos em relação aos levantamentos do início do ano passado.

Roberto é o que menos têm se articulado politicamente, tirando o fato de tentar colar a imagem com Bolsonaro, no Maranhão, aparentemente não tem buscado articulações. Ele é um dos que possui a menor exposição em mídia, mas ainda os seus números são os melhores do trio, algumas vezes o colocando com dois dígitos.

Josimar desde que foi alvo de operações da Polícia Civil e Federal optou por adotar o tom de oposição a Flávio Dino, e os números começaram a despencar. O deputado federal chegou a fazer vários atos de pré-campanha, mas a sua vulnerabilidade perante a Justiça, acabam fragilizando sua pré-candidatura ao Governo.

Lahesio Bonfim poderia ser considerado o fenômeno das redes sociais, mas isso se restringe a pequenos grupos, principalmente da região sul do estado e alguns mais radicais de direita em oposição a Flávio Dino.

Tirando esse trio e Roseana, os demais todos mantém suas entranhas no grupo Flávio Dino. Carlos Brandão (PSDB), o preferido do governador; Weverton Rocha (PDT), tenta fazer um jogo duro, mas não consegue romper com o Palácio dos Leões, afinal possui uma grande estrutura; Simplicio Araújo, secretário e aliado fiel a Dino e até mesmo Edivaldo Holanda Júnior (PSD), que mesmo um pouco distante do chefe do executivo estadual, não esconde o desejo de manter sua proximidade.

Mantendo esse cenário, Flávio Dino ganha tempo e mantém a tranquilidade quanto a sua eleição de senador, muito mais do que isso, garante a manutenção de uma supremacia imposta desde 2014 ao qual garantiu as vitórias ao Palavras dos Leões, eleição dos três senadores, do presidente da Assembleia Legislativa e a maioria da Câmara Federal.

 

 

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>