Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

Médicos e donos de hospitais pedem que governador decrete o bloqueio total de circulação de pessoas

29 de abril de 2020 : 17:37

O Sindicato dos Hospitais, Clínicas e Casa de Saúde de São Luís, assim como o Hospital São Domingos enviaram ofícios ao governador Flávio Dino (PCdoB), pedindo que ele determine o mais rápido possível lockdown, ou seja, bloqueio total de circulação de pessoas na Grande Ilha. O argumento dos médicos e gestores hospitalares é que eles já não conseguem mais atender a demanda de pacientes.

O Hospital São Domingos deixou claro que “está atuando no limite de ocupação dos leitos de internação e UTI destinados ao tratamento da COVID-19. Em razão disso, esse nosocômio sugere ao Governo do Estado do Maranhão a adoção de protocolos de emergência mais restritivos, como por exemplo o “lockdown” (bloqueio total de circulação de pessoas)”.

O Sindicato dos Hospitais, Clínicas e Casa de Saúde de São Luís também declarou que “os números
atuais ultrapassam a capacidade de atendimento da rede de saúde privada que, em condições normais, sempre esteve à disposição da população com disponibilidade, eficiência e competência habituais” e diante dessa situação nos encontramos na iminência de colapso de atendimento nas redes de saúde – tanto pública quanto privada –, havendo estabelecimentos de saúde hoje sem condições de atendimento, pelo que solicitamos que sejam urgentemente estudas, planejadas e implementadas medidas preventivas mais enérgicas, com vistas a desafogar as condições de atendimento curativo da população atingida por essa grave enfermidade da Covid-19 em respeito à saúde e à vida humanas”.

5 comentários em “Médicos e donos de hospitais pedem que governador decrete o bloqueio total de circulação de pessoas”

  1. Josivan

    2 anos atrás  

    Porque não aplica hidroxicloroquina ?

  2. João Luiz

    2 anos atrás  

    Desenharam do vírus , inclusive o GOVERNADOR FLAVIO DINO sim ele tem culpa sim quando foi fazer politica com entrega de cesta básica

  3. Jackeline

    2 anos atrás  

    Não justifica! O povo não sai das ruas. E aqui no interior será pq os casos aumentam a cada dia? Aqui não teve entrega de cestas básicas. O povo precisa é sair das ruas e se conscientizar o que é de verdade uma quarentena. As medidas estão sendo tomadas, as orientações estão sendo dadas, mas o povo só acredita quando o vírus tiver nome e sobrenome. Que Deus nos proteja!

  4. Jorge Leonardo Artacho de Castro

    2 anos atrás  

    A verdade é uma só. Nossa saúde é um desastre. Não adianta jogar a poeira pra debaixo do tapete e colocar a culpa no vírus. Nunca foi dado prioridade para área da saúde. Só se pensa em eleições. Aqui em São Luís estão assaltando a cidade ao invés de investir em hospitais e no estado acontece a mesma coisa. Irresponsáveis.

  5. Josevaldo santos

    2 anos atrás  

    A maioria das pessoas não tem consciência da gravidade da pandemia, por isso acho correto fechar tudo, até que volte ao normal.

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>