Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

A farsa da “alta complexidade” de Ricardo Murad e do Hospital Carlos Macieira

23 de julho de 2014 : 10:29
O secretário estadual de Saúde, Ricardo Murad (PMDB), como todos sabem gosta de muitos holofotes e exageros. Recentemente ele “inaugurou” mais algumas alas do Hospital Carlos Macieira, que deveria ser do servidor estadual, porém não é mais, sob alegação de que é um hospital de alta complexidade.

Recentemente o próprio Ricardo Murad postou em sua rede social, uma relação de cirurgias que deveriam ser feitas no HCM e a lista o desmente completamente a condição da unidade de saúde, pois na lista não existe nenhum procedimento que confere alta complexidade, pelo contrário, apenas baixa e média complexidade.

Ricardo Murad demonstra total desconhecimento no ramo da saúde ou má fé ao tentar enganar a população de que no HCM estão sendo feitas cirurgias de alta complexidade. Confira a relação abaixo:
Como é possível observar na lista divulgada pelo próprio Ricardo Murad, não existe nenhuma cirurgia de alta complexidade na relação. Pelo contrário existem procedimentos extremamente simples como o caso de “postectomia frenuloplastia”, que é a famosa cirurgia de fimose. Outro exemplo é a “ressecção de sinus pré-auricular”, que não é nada mais que a retirada de uma região infeccionada (retirada de pus) próximo ao ouvido. Existem ainda outros exemplos, o secretário de Saúde chega até a listar a realização de curativo cirúrgico, o que passa longe da alta complexidade. Para fazer tal afirmação consultei profissionais do setor, os quais confirmam a inexistência de alta complexidade na lista apontada. 

Vale frisar que alguns destes procedimentos podem ser feitos até em Unidades Mistas de São Luís de tão simples que são os procedimentos.

De acordo com o Ministério da Saúde, a alta complexidade compreende procedimentos relacionados principalmente a neurocirurgias, cirurgias cardiovasculares, cirurgias em traumatizados na região cervical, tratamento oncológico e outros procedimentos que estão completamente fora da realidade do Hospital Carlos Macieira.

Desta forma, não passa mais uma vez de engodo, a informação de que a saúde no Maranhão está melhorando. O estado não avançou no atendimento de alta complexidade, pelo contrário, continua estagnado e o responsável por este serviço só vem enganando a população maranhense.

Vale lembrar que o Hospital Universitário Presidente Dutra, que ganha menos destaque na mídia local do que o Carlos Macieira, tem serviços muito mais relevantes a sociedade maranhense, além de ser considerada a terceira melhor unidade hospitalar do país na categoria federal.

Por isso, bem menos Ricardo Murad, quando for anunciar que você está melhorando a saúde do Maranhão…

Um comentário em “A farsa da “alta complexidade” de Ricardo Murad e do Hospital Carlos Macieira”

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>