Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

Prefeitura recebe reforço de 20 médicos para trabalhar na Atenção Básica

28 de fevereiro de 2014 : 11:16

Na manhã desta quinta-feira (27), a Secretaria Municipal de Saúde (Semus) recebeu os 20 novos médicos selecionados por meio do edital do Ministério da Saúde que vão integrar o Programa Saúde da Família (PSF) em São Luís. Os profissionais vão trabalhar prioritariamente na zona rural da cidade.

“A saúde é a meta diária da gestão do prefeito Edivaldo Holanda Júnior. Esse é um momento marcante para a saúde pública da capital, uma vez que 80% dos problemas de saúde são tratados nos postos. Por isso, faremos o possível para realizar a contratação de novos profissionais de saúde e valorizar os profissionais que já estão na rede pública. Precisamos da garantia de que a saúde nos bairros funcione perfeitamente, essa é a nossa prioridade”, destacou a secretária municipal de Saúde, Helena Duailibe.

Os médicos foram contratados pelo Programa de Valorização do Profissional da Atenção Básica (Provab), que visa o fortalecimento do sistema de atenção básica de saúde. A Semus aderiu ao Provab ainda no ano passado, quando solicitou o número máximo permitido, 42 médicos. Nesta primeira fase, o Ministério da Saúde, responsável pela contratação, selecionou 20 profissionais. Os demais devem ser contratados na segunda fase do programa, que ainda será divulgada.

Para a médica Jéssica Mendes, que foi beneficiada pelo Provab e agora irá atuar no Centro de Saúde Paulo Ramos, a expectativa é positiva. “No período de universidade tive a oportunidade de estagiar e conhecer de perto o trabalho desenvolvido pelas equipes de saúde da família. Saber que agora vou atuar profissionalmente com estas equipes e em benefício dos moradores de São Luís é gratificante”, afirmou.

PROVAB

O Provab é um programa que une a prática profissional e o ensino. Cada médico/bolsista receberá bolsa de R$ 10 mil para trabalhar 32 horas semanais e fazer, simultaneamente, especialização à distância na área de Saúde da Família.

O Programa ainda tem como objetivo estimular e valorizar o profissional da saúde – médicos, enfermeiros e cirurgiões-dentistas, que atuam em equipes multiprofissionais no âmbito da Atenção Básica e da Estratégia de Saúde da Família, nos municípios considerados áreas de difícil acesso ou de populações de maior vulnerabilidade.

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>