Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

Tiririca desiste de aposentadoria na política e garante candidatura em 2014

8 de novembro de 2013 : 10:09


Correio Braziliense

Depois de anunciar que deixaria a política e de ser convencido pelo comando do PR a “desistir de desistir”, o deputado federal Tiririca (SP) voltou à tevê na quinta-feira (7), no programa nacional do partido, para confirmar a candidatura em 2014. De forma bem humorada, o candidato à Câmara mais popular do país em 2010, com 1,3 milhão de votos, lançou novo slogan: “Sem o Tiririca, Brasília mica”. A participação atende a um pedido do próprio parlamentar, que colocou como condição de sua permanência na política ganhar mais espaço na legenda. 

O programa, gravado em frente ao Memorial JK, em Brasília, mostra caciques do PR, como o ministro dos Transportes, César Borges; os senadores Blairo Maggi, provável candidato ao governo de Mato Grosso; e Magno Malta, que deve disputar o Executivo do Espírito Santo; além do deputado Anthony Garotinho, que estuda concorrer ao governo do Rio de Janeiro. Após o presidente do partido, senador Alfredo Nascimento (AM), encerrar o programa, surge Tiririca, correndo na pista em frente ao monumento, de terno, gravata e barba feita. “Parô, quase que não alcanço vocês. Abestado! Vocês pensaram que eu não ia falar, era? O Tiririca quer falar”, grita o deputado. “Eu quero falar com a boca mesmo. Eu quero dizer para vocês que continuo na política. Vocês têm que me aguentar, galera, tem que me aguentar, porque sem o Tiririca, Brasília mica.”

Em 2010, Tiririca foi o candidato a deputado federal mais votado do país com dois bordões: “Você sabe o que faz um deputado? Eu também não sei, mas vote em mim que eu te explico” e “Pior do que está não fica”. Com a estratégia, Francisco Everardo Oliveira Silva — nome de batismo do humorista — ajudou a eleger mais três deputados. Desde então, o parlamentar apareceu somente em inserções do partido de 2011, caracterizado como palhaço, ensinando que o nepotismo é proibido e pedindo que as crianças fossem à escola.

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>