Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

Até os jornalistas fazem com que São Luís ainda tenha aspectos provincianos

9 de novembro de 2013 : 12:46
Nas últimas semanas, a exibição de um banner institucional da prefeitura de São Luís em blogues, foi um dos assuntos mais comentados na blogosfera e nos bastidores políticos da capital. Inicialmente é necessário frisar, que é muita falta do que se discutir ou quem sabe uma falta de criticidade, mas sem sombras de dúvidas trata-se principalmente de uma falta de amadurecimento sobre o que é jornalismo. Em primeiro lugar, todos os que entraram na discussão, infelizmente, parecem não conseguir diferenciar o que é jornalismo e o que é comercial.
Assim que alguns jornalistas se comporam 
Partindo dessa premissa, devemos entender que quando uma empresa ou instituição anuncia em um veículo, seja ele impresso, televisivo, radiofônico ou virtual, não está sendo comprada a linha editorial daquela mídia, mas sim um espaço destinado a publicidade oferecido por aquela mídia.
Pensar que no final das contas é isso que deve acontecer seria muito ingenuidade da minha parte, mas não custa nada entrar e propor esse debate, entre o que é de interesse público (jornalismo) e o que é de interesse comercial (publicidade), semelhante a uma relação público e privado, que muitas vezes acaba sendo esquecido pelos poderes públicos. Vale lembrar que em se tratando da Comunicação, ainda em muitos casos, principalmente no Maranhão, não há como se dissociar essas duas áreas.  
No entanto o que mais chama a atenção é a preocupação ou a “inveja” de alguns blogueiros, pelo simples fato de que a prefeitura ou governo anunciou no blogue A ou B. Isso ficou tão evidente, que uns que não foram contemplados passaram a atacar a entidade que não tinha concedido a publicidade e olha que anteriormente, estes mantinham uma total posição de passividade, beirando a proximidade dos elogios extremos as administrações públicas.
Pior do que isso, iniciou-se uma guerra na blogosfera de São Luís, uma canibalismo jornalístico. Como diz o outro, “ô classe desunida”. Independente disso, aconteceu algo, que nunca deveria ocorrer, os blogueiros passaram a ser os assuntos principais nos próprios blogues, uma prova de que essa tentativa de fazer jornalismo não é para o público, mas se somente se, para apenas um especifico grupo.
Afinal quem são os leitores dos blogues de política no Maranhão? Um relevante questionamento, uma vez que nossa população apenas pouco mais de 20% tem acesso a internet. 
Se é da classe jornalística, que podem começar os desejos de melhorias sociais no estado, uma vez que os “escribas” tem ou pelo menos deveriam ter poder de formação de opinião, principalmente nas massas populares, estes precisam rever seus posicionamentos e passar a discutir o que realmente é necessário, sem falar que devem propor o debate de fatos realmente relevantes, não continuar fazendo “picuinhas”.

Um comentário em “Até os jornalistas fazem com que São Luís ainda tenha aspectos provincianos”

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>