Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

José Sarney volta ao Senado, após 54 dias afastado

16 de setembro de 2013 : 18:44

O senador José Sarney (PMDB-AP) retomou hoje (14), as suas atividades parlamentares depois de 54 dias de afastamento. O senador passou por complicações de saúde ao contrair dengue e ter princípio de pneumonia. Sarney esteve internado no Hospital UDI do Maranhão e no Hospital Sírio-Libanês em São Paulo, de onde recebeu alta no último dia 21. Antes de deixar a internação, o senador passou por um cateterismo coronariano.

Sarney voltou aos trabalhos no Senado Federal

Em seu retorno ao Senado, Sarney participou de sessão solene que comemorou os 70 anos de criação do Amapá. Em discurso, ele comemorou a chegada ao estado por onde se elegeu – o senador é nascido no Maranhão – da linha de transmissão que vai ligar o Amapá ao Sistema Interligado Nacional (SIN). O estado não era ligado ao sistema que distribui a energia elétrica ao restante do país por questões ambientais.

“Isso é importante porque é uma obra extraordinária. Eu a considero tão importante quanto aquela que determinou o presidente Juscelino [Kubitschek] ao fazer a Belém-Brasília. É uma obra que rasga a floresta com torres de transmissão atravessando o Rio Amazonas. Para que se tenha uma ideia do que significa a obra, ela foi feita acima da floresta, preservando a mata, para que, de modo algum, pudesse interferir no meio ambiente”, disse.

O senador disse que fez um esforço para reassumir o mandato nesta data para estar presente na comemoração dos 70 anos de criação do estado. Político e escritor, o maranhense José Sarney, de 83 anos, está na vida pública há 60 anos. Além de presidente da República de 1985 a 1990, presidente do Senado e governador do Maranhão, ele é autor de 24 livros e membro da Academia Brasileira de Letras (ABL).

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>