Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

O poder segundo o Twitter

29 de outubro de 2009 : 12:40

O “novo” acessório midiático, se é que se pode dizer que o mesmo é recente, uma vez que a nova mídia já está há três anos disponível, mas só esse ano caiu nas graças dos brasileiros, o famoso TWITTER tem números que chamam atenção e que nenhum outro meio já produziu em tão pouco tempo.

A verdade que todo mundo já sabe é que as antigas mídias, jornal impresso, rádio e tevê, vem perdendo espaço dia após dia para as novas tecnologias, o exemplo mais sensível disso é do apresentador e jornalista Luciano Huck, que com 2 milhões de seguidores no TWITTER ele consegue ter um alcance superior ao dos periódicos Estado de São Paulo e Folha de São Paulo, as duas maiores forças do impresso paulista e nacional.

É de ficar impressionado o poder que o utilitário proporciona as pessoas que são conhecidas virtualmente, claro que não deve ser esquecido que o mesmo, para ter esse número espetacular de seguidores teve que se propagar em um dos meios antigos, como foi o caso do seu programa semanal na Rede Globo, Caldeirão do Huck, mas mesmo assim não é difícil se espantar com os tais números, o futuro do jornalismo chegou faz muito tempo!

2 comentários em “O poder segundo o Twitter”

  1. 11 anos atrás  

    Com toda certeza, esse novo meio de comunicação atinge a verdadeira massa que,atualmente, não vive fora do mundo virtual.
    É bem verdade que os “antigos” meios de comunicação nãi rão desaparecer, como previam os téoricos apocalípticos, mas aos poucos, a grande massa vai se inserindo em uma poderosa ferramenta de comunicação, em que não existe fronteiras para expressar a opinião.

  2. 11 anos atrás  

    Com toda certeza, esse novo meio de comunicação atinge a verdadeira massa que,atualmente, não vive fora do mundo virtual.
    É bem verdade que os “antigos” meios de comunicação nãi rão desaparecer, como previam os téoricos apocalípticos, mas aos poucos, a grande massa vai se inserindo em uma poderosa ferramenta de comunicação, em que não existe fronteiras para expressar a opinião.

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>