Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

Calendário estudantil complica fim de ano de estudantes

29 de outubro de 2009 : 18:00
UEMA será umas das mais afetadas devido as mudanças

Definitivamente esse foi um ano de muitas mudanças para o universitário brasileiro, primeiro veio a mudança ENEM, adotada agora como prova única para seleção de novos estudantes em algumas universidades federais, depois foi o cancelamento da prova e o marcação de uma nova data e é bem aí que ocorre todo entrave do calendário acadêmico, diversas universidades tiveram que remarcar a data do seus vestibulares e houve o choque inevitável de diversas datas.
Exemplo disso pegamos o Maranhão, IFET e UFMA, instituições federais que adotaram o ENEM como forma de ingresso para suas instituições sofrerão com o adiamento da data, uma vez que seus calendários estavam todos programados com a antiga data, sendo assim o ano nessas IES só começará em março de 2010, um mês depois do previsto.
Até na UEMA as mudanças do ENEM acabaram respingando, a universidade que não aderiu ao novo processo unificado, teve que alterar suas datas de vestibular para não coincidir e prejudicar os alunos que irão realizar as duas avaliações.
Fora os vestibulares anuais, temos no meio do caminho concursos, fim de ano escolar no ensino médio e o ENADE, que por coincidência também cairá no mesmo dia da prova da primeira etapa do vestibular da UEMA ou seja um dos eventos estará prejudicado, pois alunos inscritos no vestibular estadual deixarão de fazer o ENADE, prejudicando assim a avaliação final.
Vale a pena ser feita uma reflexão por parte do MEC, para que se possa chegar em 2010, em uma calendário menos imprensado e atrapalhado, o planejamento tem que ser feito de agora e que não surja contratempos como ocorrera esse ano, pois quem só paga o preço é sempre o lado mais fraco e nesse caso é o estudante.

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>