Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

Sâmara Braúna surpreende durante debate entre candidatos na Rádio Difusora FM

22 de novembro de 2018 : 07:27

Advogados e advogadas de todo o Estado puderam analisar propostas e tirar dúvidas sobre os quatro candidatos à presidência da Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Maranhão, durante debate promovido pelo Programa Ponto e Vírgula, transmitido nesta quarta-feira (21) pela Rádio Difusora FM (94.3). As eleições da OAB-MA ocorrem na sexta-feira, dia 23.

O debate teve pouco mais de uma hora e momentos de embates diretos entre os candidatos das quatro chapas que concorrem ao pleito. A advogada Sâmara Braúna, da Chapa 3, durante sua apresentação, falou do tempo de carreira na advocacia e de representar um grupo que prima pela inclusão, com 40% de composição feminina, além de jovens advogados, profissionais idosos e causídicos em início de carreira.

O primeiro bloco teve perguntas diretas entre os candidatos. Nessa ordem, Sâmara Braúna foi perguntada pelo candidato Mozart Baldez sobre como ela, caso eleita, enfrentaria a morosidade da justiça. Em resposta objetiva e segura, a advogada disse que não faria uso do confronto e nem da truculência, mas buscaria canais de diálogo com o judiciário. E que, se esse meio não mostrasse eficiência, buscaria o trabalho da corregedoria da OAB para tomadas efetivas de providências.

Em sua vez de perguntar, ela questionou o candidato Carlos Brissac sobre a utilização do sistema de milhagem para jovens advogados usarem em pagamentos de anuidades da OAB. O advogado disse que a prática já se encontra ativa na OAB de Pernambuco, mas Sâmara rebateu que não há garantias de que o programa traga benefícios reais para a classe e que deve ser observado com reservas.

No embate com Thiago Diaz, a candidata foi questionada sobre propostas para a jovem advocacia. Sâmara Braúna afirmou que a primeira coisa que pretende fazer ao assumir a Presidência da OAB é implementar o plano de valorização do jovem advogado, tendo como base o Plano Nacional voltado para o segmento, além do uso de tecnologias a favor da gestão, com inclusão digital, por meio da criação de co-working, escritórios online, benefícios de gestão de processos digitais e orientação para marketing digital, além de capacitar o advogado para o uso dessas ferramentas.

Por sorteio, Sâmara Braúna direcionou uma questão ao candidato Mozart Baldez, abordando o tema “transparência”. Item, segundo a advogada, que não deveria ser adotado como proposta de campanha, mas como obrigação de uma gestão comprometida com a advocacia, conforme prever o Provimento do CFOAB 185. O candidato, em resposta, disse que a primeira coisa que faria seria colocar o saldo financeiro da gestão de Thiago Diaz no site da OAB-MA para a classe saber o valor deixado.

Nas perguntas feitas por jornalistas, a candidata foi indagada pelo blogueiro John Cutrim sobre direitos humanos e atuação da Ordem em causas que envolvem questões humanitárias e sociais. Sâmara declarou que pretende resgatar o protagonismo da OAB-MA como pilar e defensora da sociedade, entretanto, para exercer tal papel, a Ordem precisa antes buscar o prestígio e a autoestima perdidos do advogado. É preciso fortalecer o profissional para que ele tenha condições efetivas de defender a si e a sociedade.

Nas considerações finais do debate, a candidata pontuou que a chapa 3 traz ares de renovação e oxigenação às atuais propostas apresentadas para a gestão da OAB-MA. Agradeceu a Deus por ter chegado até a reta final da campanha com postura ética e sem ataques pessoais a nenhum concorrente. Sendo a chapa composta por advogados e advogadas que ainda não tiveram vez na administração da Ordem, mas que são cheios de entusiasmos, de sentimento de classe e com vontade de fazer um administração eficiente na Seccional Maranhense, Sâmara pediu para que os colegas reflitam em quem trouxe sugestões de gestão inovadora e que, no dia 23, escolham a Chapa 3.

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>