Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

Bacharel em direito pede que OAB se posicione sobre a retificação do gabarito do Exame da Ordem

20 de novembro de 2018 : 11:08

O bacharel em Direito, Leonardo Francisco da Silva Jr, enviou a direção nacional da OAB, uma mensagem solicitando um posicionamento da instituição quanto a retificação do gabarito do XXVII Exame de Ordem realizado no último dia 18 de novembro.

De acordo com Leonardo Júnior, grupos do Brasil inteiro estão unidos buscando justiça; assim como milhares de estudantes maranhenses foram prejudicados. Até o momento ocorre a ausência de manifestação da OAB Nacional e do Maranhão. Os professores de ética do Brasil inteiro pedem anulação (Prof. Paulo Machado – CERS; Prof. Álvaro; Damásio; LFG;).

Diante desse caos, vários estudantes e bachareis em direito estão frustrados, fora o prejuízos após grande investimento emocional e financeiro. A questão discutida é polêmica e um não posicionamento da OAB nacional cria mais revolta diante do alto valor da inscrição da prova que é pago.

Confira na íntegra o texto:

Venho por meio deste solicitar posicionamento da OAB no que tange a retificação de gabarito do XXVII Exame de Ordem realizado no último dia 18/11/2018.

Trata-se da questão de nº 3 (caderno verde, por exemplo) da disciplina de Ética.

O gabarito preliminar da FGV divulgado ainda no domingo como de praxe trouxe a alternativa B (caderno verde, por exemplo) como correta. Contudo, após comunicado oficial e injustificado pela banca, a mesma retificou o gabarito, passando a ter como assertiva correta a alternativa A.

Em outras palavras, sem nenhum ato de fundamentação a banca alterou o gabarito gerando prejuízo para inúmeros candidatos, pois assim como eu, de acordo com o gabarito preliminar estava aprovado com a pontuação mínima de quarenta pontos, até então habilitado para a segunda fase do exame.

A questão em si não apresenta clareza e a alternativa “mais correta” (até por solicitar que o candidato responda de acordo com o EAOAB) seria a alternativa B.

Peço que a OAB em sintonia que sua postura idônea e justa apresente manifestação acerca da arbitrariedade da Fundação Getúlio Vargas na retificação da questão. Solicito ainda que seja cobrado da FGV bom senso e justiça em relação ao problema já apresentado.

Certo do compromisso e seriedade da OAB, 

Grato. 

Leonardo Francisco da Silva Jr

5 comentários em “Bacharel em direito pede que OAB se posicione sobre a retificação do gabarito do Exame da Ordem”

  1. 3 semanas atrás  

    A questao de honorários de Judith também esta com alternativas triplice isso porque na alterna o juiz pode fazer descontar os honorários a menos que o cliente ja tenha pago art22 paragrafo 4 eoab anulação

  2. 3 semanas atrás  

    Eu por exemplo fui prejudicada, no domingo tinha feito 40 e acordei.na segunda com 39. Entendo que a questão deveria ser anulada e não retificada pq prejudica os candidatos.

  3. nupolla rabelo

    3 semanas atrás  

    Também fui prejudicada, #anulafgv!

  4. Marcio

    3 semanas atrás  

    Um absurdo essa retificação do gabarito da OAB. Também como milhares de candidatos passei da condição de aprovado para reprovado com essa atividade descabida da retificação e sem nenhuma fundamentação para a referida alteração, já que a resposta da questão está totalmente de acordo com o artigo 1 parágrafo 1 do EAOB.

  5. EDUARDO FERREIRA PAES

    2 semanas atrás  

    A própria FGV se atrapalhou. Nem é erro material, pois a falha consiste na própria elaboração do enunciado da questão. Deve ser anulada com certeza. A afirmativa B não é falsa.

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>