Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

Para chamar atenção da imprensa nacional, Flávio Dino chama João Dória de Berlusconi do Brasil

5 de outubro de 2016 : 10:24

flaviodinonojoO governador Flávio Dino (PCdoB) vai aos poucos demonstrando que o seu interesse em 2018 será uma disputa nacional. Após se envolver de cabeça na polêmica do impeachment ao assumir papel de líder na defesa da presidente afastada Dilma Rousseff (PT), o comunista agora polemiza chamando o prefeito eleito de São Paulo de Berlusconi do Brasil.

Em entrevista concedida a Revista Forum, Flávio Dino faz uma avaliação da Operação Lava Jato e o resultado das eleições: “Qual a resultante do fortalecimento desse bloco no terreno da política, já que gostam tanto de falar de Operação Mãos Limpas, sem entender direito as consequências? Nós temos uma situação similar, meio italiana nesse sentido também, que é ‘berlusconização’ da política. Agora nós temos o próprio Berlusconi que é o João Doria”

Silvio Berlusconi foi primeiro-ministro da Itália por nove anos, o mais longo desde a 2ª Guerra Mundial. Bilionário e defensor dos ideias neo-liberais, o governante italiano deixou o cargo, após uma série de acusações de corrupção em seu governo. Renunciou ao cargo em 2011. Ele ainda foi acusado de ter remunerado os serviços sexuais de uma menor de idade, a marroquina Karima El Mahrug, conhecida como Ruby, e por ter cometido abuso de poder ao obter a liberação da jovem após sua detenção por furto em maio.

Confira a entrevista de Flávio Dino na íntegra aqui

Não é a primeira vez que Flávio Dino tenta polemizar com políticos nacionais. Anteriormente os governadores do Rio de Janeiro e São Paulo, Luiz Pezão (PMDB) e Geraldo Alckmin (PSDB), já desmentiram o comunista por declarações polêmicas a grande imprensa do país.

3 comentários em “Para chamar atenção da imprensa nacional, Flávio Dino chama João Dória de Berlusconi do Brasil”

  1. maria

    5 anos atrás  

    Para um governador ele age como um moleque emburrado, lamentável vê-lo colocar o estado no plano do ridículo em nível nacional

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>