Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

Abdon Murad confirma que médicos das UPA´s estão em greve e Maternidade Marly Sarney em estado de greve

25 de novembro de 2015 : 08:05

O presidente do Conselho Regional de Medicina do Maranhão, Abdon Murad, confirmou a este jornalista que os médicos que trabalham nas UPA´s (Unidade de Pronto Atendimento) Araçagy, Cidade Operária e Itaqui-Bacanga, entraram em greve por tempo indeterminado por falta dos pagamentos que eram feitos pelo ICN (Instituto de Cidadania e Natureza), uma das terceirizadas que venceu a licitação do governo já na gestão de Flávio Dino (PCdoB).

Abdon Murad informa que os médicos só estão atendendo urgência e emergência nas UPA´s e que na Maternidade Marly Sarney os profissionais da medicina já trabalham em estado de greve. Em nota o presidente do CRM, afirmou: “O CRM-MA aguarda resolução destes casos, para evitar colapso maior no atendimento à sociedade e prejuízo maior aos médicos”.

O estado de Greve é uma situação que é aprovada pelos trabalhadores, alertando aos governantes que a qualquer momento poderão deflagrar uma greve.

Em informação divulgada pelo blog do Gilberto Leda, a Secretaria estadual de Saúde já teria comunicado aos médicos que não irá efetuar os pagamentos que eram de responsabilidade do ICN. Em correspondência distribuída aos profissionais da saúde, o secretário Marcos Pacheco informa: “A nota de pagamento dos grupos médicos emitida no período de 12 de outubro a 11 de novembro do ano em curso só pode ser pago pelo ICN, uma vez que esta Secretaria já havia repassado os valores a esse instituto. Tal quantia encontra-se atualmente bloqueada por ordem judicial. A SES já solicitou o desbloqueio da verba a fim de que esses valores sejam repassados aos prestadores de serviço”.

comunicadoses

Já o pagamento do mês de dezembro, a SES informa que será efetuado entre os dias 5 e 10 de janeiro de 216.

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>