Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

Prefeito Edivaldo determina obras de construção e recuperação de pontes

4 de julho de 2014 : 06:51

A Prefeitura de São Luís trabalha na construção da ponte do São Cristóvão, reconstrução de encostas dos rios Pimenta e Anil e drenagem profunda da Rua Rio Claro, no Olho D’Água, que tiveram suas estruturas danificadas durante o período das fortes chuvas registradas em maio deste ano. As obras fazem parte das intervenções emergenciais com base no decreto de estado de emergência, de 23 de maio deste ano, conforme anunciou o prefeito Edivaldo.

O prefeito Edivaldo vistoriou o início dos trabalhos na área do São Cristóvão. “Estamos atuando ativamente em toda a cidade para que a mobilidade urbana em São Luís seja eficiente. Já temos obras em diversos locais e aumentamos o ritmo para a execução, resolvendo tanto problemas emergenciais quanto os crônicos com medidas estruturantes”, afirmou o prefeito.

O cronograma de execução da reconstrução da ponte sobre o Riacho do Baixão, no São Cristóvão, teve início nesta quinta-feira (3), com a retirada da precária estrutura existente. Os locais mais impactados pelas cheias dos rios Pimenta e Anil tiveram os serviços de reconstrução iniciados há duas semanas.

“A construção da ponte de concreto sobre o riacho do Baixão vai tirar a comunidade do isolamento atual, que tem dificultado não apenas a mobilidade dos moradores, mas o acesso a outras políticas públicas justamente pelo problema de acesso”, declarou o secretário municipal de Obras e Serviços Públicos, Antônio Araújo.

A mobilização geral dos órgãos municipais segue uma determinação do prefeito em busca de reabilitação para as 31 áreas mais afetadas pelas inundações, segundo relatório da Superintendência de Defesa Civil Municipal. A execução das obras está sendo supervisionada pela Secretaria de Obras e Serviços Públicos (Semosp) e a previsão é que sejam concluídas no prazo máximo de 180 dias.

Na Avenida Vale do Pimenta (Calhau) e na Ponte sobre o rio Anil (Anil), os trabalhos se concentram na reconstrução de encostas, recomposição dos taludes e construção de muros de arrimo, com proteção de manta vegetal. A obra na ponte do rio Anil prevê ainda a recuperação da cabeceira danificada, reconstrução do corrimão e da calçada da Rua Nova.

Na Rua Rio Claro, no bairro Olho D’Água, onde o transbordamento do Rio Pimenta culminou com a erosão do solo, a Prefeitura está refazendo o sistema de drenagem da rua com a construção de novas galerias, o que facilitará o escoamento e contenção da força da água da chuva.

Mais ações estão previstas para solucionar de forma definitiva os problemas de pontos concentrados de drenagem. No segundo semestre, a Semosp concluirá a planilha macro para realização de serviços de recuperação de galerias, boca de lobo, bueiros e passagem de água. “Vamos fazer serviços preventivos, como limpeza de bueiros e bocas de lobo por meio de carros sugadores. Estamos apenas concluindo o processo licitatório para darmos início aos serviços”, informou o coordenador de drenagem da Superintendência de Saneamento da Semosp, Augusto Pinheiro.

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>