Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

Mulher está internada no Socorrão II com suspeita de infecção por vírus H1N1

3 de abril de 2014 : 08:21
Após a morte de uma mulher de 52 anos por conta de uma infecção do vírus H1N1, outra mulher está sob suspeita de ter sido infeccionada pelo vírus. A paciente está internada na UTI do hospital Clementino Moura, o Socorrão II e o estado de saúde dela é grave.

O caso chama a atenção das autoridades públicas, pois em menos de duas semanas, pode ser confirmada a segunda ocorrência.
Os sintomas de infecções ocasionadas pelo vírus, muitas vezes, são semelhantes aos do resfriado, caracterizados pelo comprometimento das vias aéreas superiores, com congestão nasal, tosse, rouquidão, febre variável, mal-estar, mialgia e cefaléia. A maioria das pessoas infectadas se recupera dentro de uma a duas semanas sem a necessidade de tratamento médico.
Os casos graves da doença evoluem para a Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) levando até mesmo ao óbito. Essas complicações são bem mais comuns entre menores de 2 anos, idosos, gestantes e pessoas com história de patologias crônicas, podendo elevar as taxas de morbimortalidade nestes grupos específicos.
Já está sendo preparado um esquema de vacinação contra o vírus.

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>