Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

Hilton Gonçalo defende aliança entre PDT e PT para disputa do governo

28 de março de 2014 : 10:00

O pré-candidato ao governo, Hilton Gonçalo (PDT), revelou que é favorável que o Partido dos Trabalhadores lance candidatura própria ao governo. O ex-prefeito de Santa Rita chega inclusive a falar que se for para manter o PT como uma via alternativa, ele abre mão de sua candidatura e levará a discussão para a executiva estadual do seu partido.

“Existe uma possibilidade do PT e PDT caminharem juntos no Maranhão, existe um desejo nacional que isso aconteça e assim poderia fortalecer uma candidatura própria petista”, comentou Hilton.

O pré-candidato ao governo conta que já conversou com o presidente Julião Amim e o mesmo se disse aberto para discutir o tema. O assunto pode ganhar força, uma vez que o PT decidiu adiar a definição de sua aliança no Maranhão, o que daria mais tempo para que esta tese fosse discutida nos dias 25 e 26 de abril durante o Encontro Estadual de Tática Eleitoral.

Hilton Gonçalo reitera que representa outra alternativa e assim permanecerá, por isso ele acredita que uma candidatura própria do PT e com apoio do PDT, seria uma forma de fortalecer a oposição no Maranhão, uma vez que o PMDB perderia um grande apoiador no estado.

“Tenho amigos valorosos no PT, podemos discutir essa aliança, seria bom para o PT e para o PDT”, analisa Hilton.

O ex-prefeito de Santa Rita acredita que a união dos dois partidos irá fortalecer uma chapa proporcional e que esse é um dos principais objetivos das duas legendas. Hoje o PDT tem cinco fortes nomes para a disputa de federal e o PT também. Dessa forma, unidos, eles poderiam eleger a uma grande bancada.

“Existe uma orientação dos presidentes Lula e Carlos Lupi, de que os partidos têm de eleger deputados para aumentar a base governista e fortalecer os partidos, por isso acho totalmente viável esta aliança no Maranhão, poderíamos eleger vários deputados federais e estaduais”, completa.

Hilton Gonçalo conclui informando que sua maior luta é pela representatividade do PDT no Maranhão. O pré-candidato ao governo lembrar que o seu partido já governou o estado e teve uma das maiores bancadas na Assembleia Legislativa e sempre elegeu nomes para a Câmara Federal, mas agora a sigla corre sério risco de perder essa representatividade, caso não tenha postura de protagonista.

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>