Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

Agentes de Trânsito podem entrar em greve

SÃO LUÍS – Centenas de gentes de transito e servidores dos terminais de integração do sistema de transportes coletivos de São Luis aprovaram indicativo de greve geral, por tempo indeterminado, a partir da próxima terça feira, 18, com apoio da Confederação dos Servidores Públicos do Brasil (CSPB) e do SINDJUS.

A assembléia geral que aprovou o movimento paredista dos servidores da Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (SMTT) aconteceu ontem (12/03), no auditório do Sindicato dos Bancários, sob a coordenação do Sindicato dos Funcionários Municipais de São Luís.

Entre as principais reivindicações desses servidores, que não têm obtido respostas satisfatórias por parte da administração municipal, destacam-se a falta de pagamento do adicional por insalubridade e o desrespeito à jornada de trabalho de trinta horas semanais.

No dia 29 de janeiro deste ano, o prefeito Tadeu Palácio assinou o Decreto nº 33.365/2008, que impõe a jornada de trabalho excepcional de trinta e seis horas semanais para os agentes de trânsito, contrariando a regra geral estabelecida pelo Estatuto dos Servidores Públicos de São Luís, de seis horas diárias, ou trinta horas semanais, para o funcionalismo municipal.