Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

Galdino, Cappelli e Jerry são nomes certos para seguir no governo Carlos Brandão

24 de novembro de 2021 : 10:26

O governador Flávio Dino (PSB), já vem conversando com seus subordinados que a partir das próximas semanas, Carlos Brandão é quem já passa a ter poder de indicação e exoneração em seu governo. E nesse processo de transição três nomes são considerados fortes e que vão permanecer com influência no Palácio dos Leões. Trata-se do chefe da Casa Civil, Diego Galdino; o secretário das Cidades, Márcio Jerry e o secretário da Comunicação, Ricardo Cappelli.

Dos três, apenas Jerry deve se desincompatibilizar para disputar a eleição de 2022, mas mesmo assim, ele seguirá com força e indicará seu sucessor.

Diego Galdino é um pedido pessoal de Flávio Dino e como existe uma boa relação com Brandão, ele seguirá na Casa Civil. Cappelli mantém estreita relação com o vice-governador, assim como tem sido um importante articulador, portanto ele seguirá na SECOM.

Outros secretários são tratados como aliados de primeira hora, a exemplo disto: Rogério Cafeteira do Esporte; Murilo Andrade da Administração Penitenciária; Luís Fernando de Projetos Especiais; Carlos Lula da Saúde; Clayton Noleto da Infraestrutura; Jowberth Alves do Trabalho, entre outros, porém com exceção da SEAP, os demais podem ocupar outros espaços, caso de Luís Fernando e os demais indicarem aliados para composição de secretarias.

Os secretários Marcellus Ribeiro e Cynthia Carvalho também vão ser mantidos na SEFAZ e SEPLAN, respectivamente.

Rubens Júnior também é tratado como um fiel aliado que terá espaço na gestão.

Os principais espaços em discussão no momento são aqueles que ocupados por aliados de Weverton Rocha, a exemplo disto: Secretaria de Meio Ambiente, Secretaria de Segurança Pública, Comando Geral da Polícia Militar, Secretaria de Desenvolvimento Social e outros.

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>