Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

Arraial da Vacinação: mais de 40 atrações culturais e 16,3 mil doses de vacinas aplicadas na Ilha e em Timon

15 de junho de 2021 : 16:32

Bandeirinhas coloridas, forró pé de serra, bumba-meu-boi, artistas da terra e muito mingau de milho. Todos os anos esse é um cenário típico do São João no Maranhão, mas por força da pandemia de Covid-19, em 2021 as festas juninas foram suspensas pelo segundo ano consecutivo. Mas para manter viva a cultura popular em um momento tão delicado para a saúde pública, o Governo do Maranhão vem realizando o Arraial da Vacinação, um verdadeiro mutirão de imunização que tem como meta acelerar ainda mais a cobertura vacinal contra o coronavírus no estado.

Realizado pela Secretaria de Estado da Cultura (Secma) em parceria com a Secretaria de Estado da Saúde (SES), no último final de semana o Arraial da Vacinação foi realizado na Ilha de São Luís e na cidade de Timon, reunindo mais de 40 atrações artísticas, entre grupos de bumba-meu-boi, tambor de crioula, cantores locais, DJs e grupos de dança, em uma grande festa da saúde, que imunizou um total de 16.331 pessoas nas duas localidades.

Na Grande Ilha, o Arraial da Vacinação vacinou pessoas com 29 anos ou mais no Shopping Pátio Norte, em Paço do Lumiar. Foram 41 horas ininterruptas dedicadas ao combate ao novo coronavírus, com 9.923 doses aplicadas.

Já no município de Timon, a festa contou com a parceria da Prefeitura municipal e foi realizada em dois locais: no Ginásio Francisco Carlos Jansen e no Cocais Shopping, por meio do sistema Drive-Thru. Em 10 horas de evento, 6.408 a partir de 50 anos de idade foram inoculadas com a dose inicial do imunizante.

Os números do Arraial da Vacinação na Illha e em Timon foram anunciados nas redes sociais pelo governador Flávio Dino.

“Arraial da Vacinação da Ilha vacinou 9.923 pessoas neste fim de semana. Ótimo resultado. Agradeço às equipes da saúde e aos grupos culturais. Em Timon, o Arraial da Vacinação aplicou 6.408 doses em 10 horas de evento. Muito bom e muito bonito”, comunicou o governador.

‘Dose de salvação’

Além de acelerar a cobertura vacinal no estado, o Arraial da Vacinação foi a forma encontrada pela administração pública estadual para homenagear os grupos culturais locais, severamente prejudicados desde 2020, com os protocolos de distanciamento social utilizados para conter o avanço do contágio.

Romeu Bravo do Forró, um dos ícones do forró tradicional em Timon, foi uma das atrações do Arraial da Vacinação na cidade e avalia que a imunização é o melhor caminho para a retomada das atividades, especialmente para a classe artística.

“Esse Arraial da Vacinação é de uma importância muito grande, principalmente pra nós que somos da música, que fomos os primeiros a parar e somos os últimos a voltar. As pessoas têm que aproveitar a oportunidade dessa ‘dose de salvação’ que é a vacina”, pontuou o artista.

O professor Ricardo Alexandre é timonense e aproveitou a Arraial da Vacinação para receber a primeira dose da vacina e aprovou a ação.

“É um momento muito importante aqui para Timon. Com a competência da prefeitura e do Governo do Estado estamos avançando. Acho que é uma vitória para o povo maranhense e timonense. Venha se vacinar, por um Brasil melhor, quando mais rápido, melhor”, disse o educador.

Mais festa da vacina

Para agilizar ainda mais a campanha da vacinação contra a Covid-19 no Maranhão, o governador Flávio Dino informou que novas edições do Arraial da Vacinação, desta vez contemplando mais municípios e um a região da Cidade Olímpica, um dos bairros mais populosos de São Luís.

“Ainda nesta semana, vamos realizar Arraial da Vacinação na região da Cidade Olímpica. E em várias cidades. Até o Dia de São Marçal, 30 de junho, os Arraiais vão continuar, ajudando a agilizar a imunização da população”, disse Flávio Dino.

Com 1,6 milhões de doses aplicadas, o que corresponde a 34,2% da população adulta vacinada (segundo dados do Consórcio de Veículos de Imprensa, divulgados no jornal Folha de S. Paulo), o Maranhão tem a menor taxa de mortalidade por Covid-19 do Brasil, fruto de intenso investimento em ampliação de unidades de saúde e leitos hospitalares, além do lançamento de diversas políticas sociais e culturais, essenciais para salvar vidas e a economia durante a pandemia.

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>