Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

I Encontro Liberal é realizado em São Luís

30 de dezembro de 2020 : 17:01

Aconteceu em São luís no último dia 21 de dezembro, o “I Encontro Liberal”, reunindo pessoas que se identificam como liberais e simpatizantes das ideias liberais. Na oportunidade, o evento pensado pelos jovens Davidh Cavalcanti, Gustavo Carvalho, Leonardo Arruda e Tamara Dall Agnol rendeu boas rodadas de debates, mini palestras, troca de ideias, críticas aos governos intervencionistas/coletivistas e muita vontade de seguir tratando do tema em novos encontros, em clubes do livro e em outras ações.

A filosofia política liberal é baseada na tríade “vida, liberdade e propriedade”, no estado mínimo, livre mercado, império das leis, na igualdade formal e, nos últimos anos, tem sido cada vez mais conhecida e estimulada por think tanks, grupos de estudos, movimentos sociais, youtubers e até por partido político.

Isto é, os liberais defendem, na prática, um estado enxuto, corte de privilégios, fim do patrimonialismo, menos impostos, liberdade para empreender, bem como outras liberdades individuais, privatizações e ordens espontâneas.

Parece que em São Luís as ideias liberais chegaram de vez, falta apenas serem aplicadas pelos nossos representantes.

4 comentários em “I Encontro Liberal é realizado em São Luís”

  1. Jeferson Freitas

    2 meses atrás  

    Liberais???

    Será???
    No Brasil quando alguém declara-se Liberal eu já tenho Calafrios, pois as medidas defendidas são as mesmas dos Socialistas de Platão!!!!!
    Os Liberais que não conhecem a Escola Austríaca de Economia não é Liberal é um Kenesiano disfarçado de Liberal.

  2. Artur

    2 meses atrás  

    Parecem desinformação ou mesmo deboche e indiferença essas pregações de Estado Mínimo num lugar onde a maioria esmagadora da população sobrevive com benefícios da seguridade social!

  3. Tamara

    2 meses atrás  

    Oi, Jeferson! Tudo bem? Fui uma das organizadoras do evento. Te garanto que somos fiéis às ideias liberais. Passamos muito longe de socialismo ou de qualquer outra doutrina coletivista. Inclusive, estou terminando a especialização em Escola Austríaca de Economia, Keynes é o intervencionista por excelência que queremos bem longe do Estado. Saudações!

  4. Tamara

    2 meses atrás  

    Artur, com todo respeito, se você pesquisar um pouquinho sobre liberalismo vai perceber que o assistencialismo está abrangido, desde que sirva de fato às pessoas em situação de miséria e como porta de saída para uma cada vez menor dependência do Estado. Somos liberais e não irresponsáveis. Se continuarmos com essa mentalidade de aumento da máquina estatal achando que será solução aos problemas, como você parece apoiar, o sustentaremos cada vez mais, ineficiente e improdutivo, em troca de migalhas. Muita gente fala do liberalismo sem ao menos conhecer de verdade o que prega e o porquê. Se permita conhecer melhor! Veja os países mais prósperos do mundo e sua respectiva posição nos rankings de liberdade econômica. Saudações.

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>