Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

Eduardo Braide anuncia que vai entrar com processo de cassação do mandato de Edivaldo Holanda Júnior

5 de dezembro de 2016 : 07:28

eduardocapital

Blog do Aquiles Emir* com edições

“Não há dúvidas que houve abuso político e abuso de poder econômico na eleição de São Luís”, declarou Eduardo Braide. O deputado estadual informou que está se municiando de dados sobre a eleição municipal de São Luís, realizada em outubro e da qual saiu derrotado, a fim de questionar a reeleição do prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT). O anúncio foi feito na última sexta-feira (02) ao conceder entrevista aos jornalistas Ailton Nunes e Diego Emir, no programa “Fala, Maranhão”, levado ao ar, de segunda a sexta-feira, das 17h às 19h, na Rádio Capital AM.

Embora esta tenha sido a primeira vez que tratou do assunto publicamente, o deputado estadual já havia constituído um grupo de advogados para levantar todas as denúncias que chegaram ao seu conhecimento, bem como aquilo que foi presenciado pela população, em termos de abuso de poder econômico e político, para formalizar suas denúncias. A interlocutores, Braide tem dito que pode até não ser bem sucedido em São Luís, mas está confiante de que sua representação no TSE será acolhida, tantas são as provas de irregularidades.

O deputado disse que há muito não se assistia no Maranhão uma eleição tão viciada quanto esta de 2016, em que os governos do estado e a prefeitura municipal, despudoradamente, usaram todas as suas estruturas para derrotar um adversário. Não bastasse o uso da máquinas pública, com obras, anúncios de novos serviços, propaganda indireta etc, a parceria entre o prefeito e o governador Flávio Dino patrocinou também jornalistas, blogueiros e veículos de comunicação não para difundir a campanha do candidato do PDT, mas tão somente para desconstruir do a imagem do adversário.

Inclusive, o deputado estadual relatou abusos cometidos por secretários e por candidatos a vereador. É de conhecimento geral que existiam titulares de pastas da Prefeitura de São Luís, que usavam de poder econômico para garantir votos e até mesmo apoiadores.

Eduardo Braide informou ainda que está movendo ações contra todos os seus detratores. Alguns já estão condenados na área Cível e outros aguardam pronunciamento da Justiça na área criminal. Segundo o deputado, estas ações servem para que aqueles que o ofenderam em colunas de jornal, programas de rádio e TV, blogs e pelas redes sociais tenham a oportunidade de provar tudo o que disseram a seu respeito e de seus familiares

9 comentários em “Eduardo Braide anuncia que vai entrar com processo de cassação do mandato de Edivaldo Holanda Júnior”

  1. Teresa

    5 anos atrás  

    Braide incorporando Wellington… nao se conforma com a situaçao e quer porque quer as coisas do jeito dele. Menino birrento.

  2. FERNANDO

    5 anos atrás  

    O que observamos nisso? Que Braide não sabe perder com dignidade. Procure ir para câmara trabalhar!

  3. Ronaldo

    5 anos atrás  

    Esse braide não sabe de nada so ta atrapalhando!

  4. Lucas

    5 anos atrás  

    Braide deveria era procurar trabalhar em vez de ficar com mimimi!

  5. Américo de máximo Miranda

    5 anos atrás  

    TUDO ISSO NÃO PASSA DE CHORORÓ DE DERROTADOS!!

  6. Nathalia Dos Santos

    5 anos atrás  

    Em comparação a Eduardo Braide, que só contou com ele mesmo, a vitória é dele sim! Se for da vontade da justiça e o Holandinha tiver feito coisas que não deve pra ter sido eleito, que seja!

  7. Neto

    5 anos atrás  

    kkkkkkkkkk. Todo mundo com medinho!

  8. Américo de máximo Miranda

    5 anos atrás  

    O senador Roberto Rocha está prestes a ganhar o troféu de pior administrador e empregador do ano por conta dos desmandos na Rádio Capital AM. Mais uma vez, o blog sai em defesa dos funcionários que estão sem receber salários há oito meses.

    A denúncia está sendo feita por uma ouvinte de rádio que tomou conhecimento da situação nesta segunda-feira (5). “Meu amigo, a situação deles é desesperadora. São oito meses sem receber nada da Capital AM. Todos estão com contas atrasadas e dependendo da ajuda de amigos e familiares. Eles dizem que o senador praticamente abandonou a rádio e não quer nem saber da situação dos funcionários”, disse a ouvinte em contato com o blog.

    Não é a primeira vez que o blog denuncia descaso no comando da Rádio Capital. Há pouco tempo, a emissora ficou vários meses fora do ar por causa de débitos com a Companhia Energética do Maranhão (Cemar). Depois da volta, Roberto Rocha decidiu entregar o comando para Marcos Soares, que seria seu genro, mas o descaso com os funcionários continua.

    Os únicos com vínculos empregatícios são operadores de áudio e alguns administrativos. Apresentadores e repórteres não têm vínculo com a emissora, pois sempre trabalharam em regime de parceria (com divisão de faturamento) ou mesmo como arrendatários de horários, o que representa uma enorme economia para a rádio do senador.

    Mesmo com um quadro de pessoal reduzido, Roberto Rocha não consegue honrar os compromissos trabalhistas. Além do atraso de salário, informações dão conta que a emissora também não costuma pagar férias, recolher FGTS e INSS, dentre outro encargos. Funcionários relatam que têm até cinco férias a receber. A situação, portanto, é muito complicada na emissora do senador que tenta passar uma imagem de bom gestor.

    E o pior é que Roberto Rocha ainda sonha em ser governador do Maranhão. Quem vai entregar as chaves dos cofres do Estado a alguém que não tem competência de fazer a gestão de sua própria cozinha e seus negócios?

    Resta-me, na condição de profissional da comunicação, manifestar minha solidariedade aos colegas radialistas da Rádio Capital AM, sugerindo que eles tenham coragem de formalizar denúncia coletiva na Justiça do Trabalho.

    O senador poderia ser denunciado por manter funcionários em situação análoga à de escravos. Cadê o Ministério Público do Trabalho? Cadê a fiscalização do trabalho?

    Em tempo: cadê o Sindicato dos Radialistas? Tem medo de enfrentar o senador?

  9. Maria

    5 anos atrás  

    Essa eleição foi nauseante pois o que se viu de estrutura de um prefeito que não consegue nem manter nem pagar os fornecedores haja vista que vários estão sem pagar seus funcionários como a empresa Pas segurança que trabalha nas escolas e eles estão há dois meses sem pagamento. .

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>