Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

Flávio Dino diz que ficará na Embratur até quando presidente Dilma permitir

9 de setembro de 2013 : 07:57

Muito se especula que o presidente da Embratur, Flávio Dino (PC do B) pode vir a apoiar a candidatura de Eduardo Campos (PSB) a presidência, porém o que vem sendo acompanhado na prática é algo totalmente diferente. O comunista deve fazer palanque para a presidente Dilma Rousseff (PT).

Flávio Dino vai se dedicar a
campanha de forma integral só em 2014

Semana passada durante encontro de turismo em São Paulo, em conversa com este jornalista, Dino revelou que ficará no governo Dilma, até o prazo máximo permitido, que no caso dele seria em junho, por ser segundo escalão, no entanto ele deve sair em fevereiro por conta de uma determinação da presidente Dilma de que, quem for ser candidato a algo em 2014, terá que se desincompatibilizar com bastante antecedência.

A declaração do ex-deputado federal é um balde de água fria no PMDB do Maranhão e aliados, que querem Flávio Dino fora do cargo de representação nacional.

Desta forma, Flávio Dino deixa claro que segue ainda com a intenção de caminhar junto Dilma na eleição de 2014. Existem sim, conversas entre Flávio e Eduardo Campos, mas possivelmente o socialista nem venha ser candidato, uma vez que seu desempenho nas pesquisas tenha feito com que ele avalie a possibilidade de aliança com o PSDB de Aécio Neves, o que dificultaria mais a possibilidade de apoio do PC do B maranhense.

Apesar disso tudo, a executiva do PC do B nacional vem afirmando que a eleição de Flávio Dino a governador do Maranhão é prioridade, portanto vem mantendo conversas intensas com o PT e Dilma Rousseff, com o objetivo de quem sabe até trazer o partido para apoiar o comunista no Maranhão.

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>