Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

Aécio Neves promete reduzir pela metade o número de ministério, caso seja eleito presidente

30 de setembro de 2013 : 19:28
Aécio Neves (PSDB) discursou para empresários num evento realizado em São Paulo nesta segunda (30). Disse que, “num eventual governo do PSDB”, reduziria os atuais 39 ministérios de Dilma Rousseff (PT) para 20 ou 21. “Trocaria metade dos ministérios por uma secretaria de desburocratização, que simplifique o setor de negócios e estimule os que querem empreender mais.”


A nova secretaria receberia uma missão a ser cumprida em prazo pré-determinado: “Acho que é possível, sim, termos um processo de simplificação tributária, inspirado no que aconteceu para pequenas e micro empresas. Nossa disposição é apresentar em 12 meses um conjunto de medidas para facilitação e simplificação do ambiente de negócios.”

Num instante em que Dilma tem dificuldades para fazer deslanchar o seu programa de concessões à iniciativa privada, Aécio modulou o discurso na frequência dos ouvidos dos executivos que o escutavam: “Só vamos retomar o rumo quando o setor público compreender que o setor privado não é um inimigo a ser combatido, é um parceiro essencial para alavancar investimentos.”
Aécio ironizou declarações feitas por Dilma Rousseff a investidores estrangeiros nos EUA. Tachou de “incrível e absolutamente fora de propósito” o fato de a presidente ter assegurado que “o Brasil respeita contratos.” Recordou que a promessa de respeitar contratos “estava na carta ao povo brasileiro”, documento firmado por Lula na campanha presidencial de 2002.

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>