Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

A economia brasileira está no caminho certo, mas o ministro Paulo Guedes poderia deixar as imbecilidades de lado

12 de fevereiro de 2020 : 23:08

É inegável que o Brasil está seguindo o caminho certo na economia. A política de estimular a subida da taxa de câmbio facilita as exportações e diminui os valores de importação, possibilitando um saldo positivo na balança comercial do país, uma vez que as exportações crescem. Porém, tudo poderia seguir em um caminho positivo, se não fossem as imbecilidades ditas pelo ministro Paulo Guedes.

Ao explicar o atual momento econômico do país com uma taxa cambial elevada, Paulo Guedes solta a pérola que “empregada doméstica estava indo para Disneylândia”. A fala é totalmente inapropriada. E antes de mais nada: empregada doméstica, auxiliar de serviços gerais, gari e qualquer outro profissional tem o direito de ir para qual lugar.

O Brasil deve continuar sim a ter uma moeda desvalorizada – essa é atual política econômica do pais – mas isso não significa uma economia fraca, pelo contrário. Temos exemplos de nações com suas moedas desvalorizadas, mas economias fortes, caso do Japão e Noruega. Vale lembrar que mesmo com a taxa cambial alta, o poder de compra da população pode crescer, assim como ocorre nos países citadas.

A política econômica do país está no rumo certo, a classe empresarial vive seu melhor momento com grandes oportunidades de exportação. A fase é positiva.

Tudo pode seguir um ritmo melhor, caso o ministro Paulo Guedes e os demais auxiliares do presidente Bolsonaro não falassem tanta besteira, já basta as asneiras proferidas pelo comandante da nação.

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>