Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

Prestígio: Natalino Salgado recebe presidente da Ebserh em sua primeira visita ao Maranhão

10 de novembro de 2019 : 08:06

Na próxima segunda-feira, dia 11, o reitor da Universidade Federal do Maranhão, Natalino Salgado, receberá o presidente da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares/EBSERH, Oswaldo de Jesus Ferreira. Será a sua primeira visita ao Maranhão. E o primeiro compromisso oficial de Natalino Salgado, após a sua nomeação para reitor da UFMA. Ele toma posse na terça-feira, 12, em Brasília. Natalino assume pela terceira vez a reitoria da UFMA.

O presidente virá acompanhado do Diretor de Atenção à Saúde, Giuseppe Cesare Gatto e o Diretor de Administração e Finanças da estatal, Erlon César Dengo. A comitiva vai visitar as instalações do HU-UFMA e conhecer diversos serviços, entre eles o Núcleo do Fígado e Endocrinologia.

O Hospital Universitário da UFMA está entre os três maiores da rede, formado por 41 hospitais ligados a universidade. Possui 524 leitos, 77 leitos de UTI, 19 salas cirúrgicas e nove unidades anexas. De janeiro a agosto deste ano realizou 30.833 exames de imagem, 178.931 consultas e 6.537 cirurgias.

Em 24 de outubro passado, os hospitais universitários federais do país receberam um importante reforço financeiro para a aquisição de medicamentos, materiais médico-hospitalares, produtos para a saúde, insumos e serviços essenciais ao adequado funcionamento das unidades hospitalares. Foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) portaria liberando R$ 79,5 milhões do Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais (Rehuf), gerido pela Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh).

Financiado pelos ministérios da Educação (MEC) e da Saúde (MS), o Programa Rehuf tem como objetivo a reestruturação e revitalização dos hospitais das universidades federais, integrados ao Sistema Único de Saúde (SUS). O intuito é criar condições materiais e institucionais para que as unidades possam oferecer atendimento médico e hospitalar de qualidade à população, assim como proporcionar a formação qualificada de profissionais da área de saúde.

Segundo o presidente da Rede Ebserh, Oswaldo Ferreira, a verba será liberada mediante a comprovação da liquidação dos empenhos e sua utilização refletirá na qualidade dos serviços. “A aplicação correta dos recursos impacta na melhoria dos atendimentos de saúde prestados de forma gratuita à população e no apoio ao ensino, à pesquisa e à inovação, que são características fundamentais dos hospitais universitários”, afirmou Ferreira.

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>