Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

Dr. Gutemberg abraça a luta do Hospital Aldenora Bello

8 de outubro de 2019 : 08:31

“Não adianta nada o outubro ser rosa, se o hospital está cheio de espinhos. Os pacientes do Hospital Aldenora Bello pedem socorro”. Foi com esse pronunciamento marcante que o médico e vereador Dr. Gutemberg Araújo compartilhou o drama do Hospital, referência em tratamento de câncer no Maranhão. Devido à crise financeira, a direção do Aldenora Bello suspendeu, recentemente, as cirurgias e o Serviço de Pronto Atendimento (SPA).

Gutemberg Araújo destacou a importância desse hospital para a saúde no Estado e fez um apelo pelas pessoas desamparadas com a suspensão dos serviços.

“Essa não é a primeira vez que o hospital passa por necessidades. Em abril deste ano aconteceu uma interrupção semelhante. Em outubro, de novo, faltam medicamentos e outros serviços para os pacientes darem continuidade aos tratamentos oncológicos. Imagina o drama dessas famílias. Esse é um problema de todos nós”, frisa o vereador.

O parlamentar lembrou que a direção do Hospital emitiu nota afirmando que o Estado e Município estão cumprindo com o apoio financeiro, mediante convênios, e a crise gerada é pelo déficit do SUS de pouco mais de R$ 1 milhão.

“O problema é a diferença que existe entre o que o SUS paga e os custos reais daquilo que se é feito. Como exemplo: se uma UTI custa seis mil por dia e o hospital recebe mil e quinhentos reais, como se vai sustentar essa distribuição?”, explica o vereador.

Dr. Gutemberg Araújo pontuou que o Aldenora Bello enfrenta os mesmos problemas das unidades de saúde do país.

“Semana passada fiquei feliz com o pagamento dos R$ 250 mil de emendas que destinei para a Maternidade Maria do Amparo. As emendas e as doações ajudam, só que não vão resolver, porque o problema desse país é o financiamento da saúde e a gestão”, afirma.

O vereador finalizou o discurso com uma mensagens aos demais parlamentares.

“De três anos para cá, mais de 3 milhões de pessoas perderam o plano de saúde e foram para o SUS. Essa é uma situação para ser discutida nessa casa e também levada aos deputados federais e senadores, que precisam propor ao Governo Federal uma atualização da tabela do SUS, revisão do pacto federativo e outras mudanças que são vitais”, finaliza Dr. Gutemberg.

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>