Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

Vereador Honorato Fenandes participa do movimento nacional em defesa da Educação

16 de maio de 2019 : 19:01

As ruas de São Luís foram tomadas na última quarta-feira (15) por estudantes, juventude, educadores, classe trabalhadora em geral e movimentos sociais num grande movimento nacional em defesa da Educação. A concentração aconteceu na praça Deodoro e de lá seguiu pela rua Rio Branco rumo a Praça Maria Aragão. O final da caminhada foi no Centro Histórico de São Luís. Presente ao ato o vereador destacou o momento histórico.

“Nós fomos para as ruas para dizer que não aceitamos cortes, contingências, ou seja lá o termo usado pelo desgoverno de Bolsonaro, para denominar o que nada mais é que uma tentativa absurda de sucateamento das universidades e dos institutos federais”, disse o vereador ressaltando ainda que estes cortes nada mais são do que manobras para uma posterior privatização.

O vereador destacou ainda a união de várias correntes políticas presentes ao ato o que mostra que neste momento o importante é o futuro da educação e do País.

“Ontem foi um dia muito especial. Um dia onde todo o Brasil se uniu e disse em alto e bom tom não a este desgoverno que aí está. Não iremos aceitar este desmonte e juntos vamos caminhar. Não aceitaremos cortes na educação e não aceitaremos esta reforma perversa que só irá penalizar o trabalhador e os mais humildes. Este foi o primeiro passo de muitos que serão dados e só deixaremos as ruas quando está batalha tiver sido vencida”, disse Honorato Fernandes.

2 comentários em “Vereador Honorato Fenandes participa do movimento nacional em defesa da Educação”

  1. maria helena

    3 dias atrás  

    O que se viu nas ruas forma milhares de estudantes sendo usados como massa de manobra a serviço da esquerda que quer a todo custo voltar ao poder, a situação econômica do país não é das melhores graças a sangria provocada pelo próprio PT que sempre governou em causa própria, 3,43% é o percentual de contigenciamento que o governo está sendo obrigado a fazer porque o orçamento já havia sido fechado em 2018, e para terminar, onde estavma essas mesmas pessoas qd Lula e Dilma também reduziram verbas da educação?

  2. hildene carvalho

    3 dias atrás  

    Massa de manobra são os fakes de de vcs . Estudantes têm sonhos .ideais coisa que A turma do gov
    Bolsonaro não respeita. Educação é fundamental para todos , feliz daquele q luta por esse direito.

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>