Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

Juízes do Maranhão vão receber diárias para fazer curso na Itália

5 de junho de 2018 : 17:28

O jornal O Estado de São Paulo trouxe uma informação que comprova que não há crise para o judiciário maranhense. De acordo com o periódico paulista, juízes do Maranhão vão receber diárias para fazer um curso sobre organização criminosa e lavagem de dinheiro, no destino turístico de Palermo, de 18 a 22. Vários solicitaram reembolso da taxa de inscrição de R$ 600,00 e passagem área. Levaram R$ 2.985 de diárias.

Em resposta, prontamente o Tribunal de Justiça do Maranhão informou que não disponibilizou recursos, de forma graciosa, para pagamento de despesas de passagens aéreas e taxa de inscrição dos magistrados selecionados pela Escola Superior da Magistratura para participar do IV Curso de Alta Formação sobre Organização Criminosa e Lavagem de Dinheiro, promovido pela Universidade de Palermo (Sicilia–Itália), em parceria com a Associação de Juízes Federais (Ajufe), Associação dos Magistrados do Maranhão (Amma) e a Escola Superior da Magistratura do Maranhão, cuja realização se dará em Palermo (Itália), no período de 18 as 22 de junho do corrente ano.

A concessão das diárias atendeu, rigorosamente, os critérios estabelecidos nas Resoluções nº 73/2009, do Conselho Nacional de Justiça, e da Resolução nº 031/2009, do Tribunal de Justiça do Maranhão, corroborado pela Resolução nº 170/2013, do Conselho Nacional de Justiça, que, com redações semelhantes, dispõem sobre a concessão de diárias a magistrados, servidores e colaboradores eventuais do Poder Judiciário,

Todas as viagens feitas por magistrados do Poder Judiciário do Maranhão destinam-se a garantir a participação em eventos revestidos de alta importância institucional para a Justiça do Maranhão. Cabendo ainda frisar que a Lei Orçamentária do Poder Judiciário Maranhense contempla verba exclusiva para capacitação.

O Tribunal de Justiça do Maranhão está sempre aberto a prestar esclarecimentos à sociedade e aos órgãos de comunicação. Sendo assim, acreditamos que com as informações e os esclarecimentos pertinentes à noticia publicada pelo Jornal ‘O Estado de S.Paulo’ são suficientes para comprovar a inexistência de qualquer irregularidade na concessão das referidas diárias.

3 comentários em “Juízes do Maranhão vão receber diárias para fazer curso na Itália”

  1. Joao de Deus

    12 meses atrás  

    No Brasil não existe crise, existe em demasia é, pilantras pilantragens.
    Nada haver com essa matéria dos Juízes. Me refiro a crise. É, que tiraram o brasileiro pra servir de besta e otário. Bancando e pagando a conta desses políticos bandidos.

  2. jose carlos silva

    12 meses atrás  

    Meu jovem, a Europa é um berço de cultura, além de PALERMO ser uma das melhores cidades da Itália. Eu recomendo uma visita, de preferência com despesa do próprio bolso.

  3. cacador

    12 meses atrás  

    Curso sobre organização criminosa e Lavagem de dinheiro? kkkkkkkkkkkk!

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>