Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

Juízes do Maranhão vão receber diárias para fazer curso na Itália

5 de junho de 2018 : 17:28

O jornal O Estado de São Paulo trouxe uma informação que comprova que não há crise para o judiciário maranhense. De acordo com o periódico paulista, juízes do Maranhão vão receber diárias para fazer um curso sobre organização criminosa e lavagem de dinheiro, no destino turístico de Palermo, de 18 a 22. Vários solicitaram reembolso da taxa de inscrição de R$ 600,00 e passagem área. Levaram R$ 2.985 de diárias.

Em resposta, prontamente o Tribunal de Justiça do Maranhão informou que não disponibilizou recursos, de forma graciosa, para pagamento de despesas de passagens aéreas e taxa de inscrição dos magistrados selecionados pela Escola Superior da Magistratura para participar do IV Curso de Alta Formação sobre Organização Criminosa e Lavagem de Dinheiro, promovido pela Universidade de Palermo (Sicilia–Itália), em parceria com a Associação de Juízes Federais (Ajufe), Associação dos Magistrados do Maranhão (Amma) e a Escola Superior da Magistratura do Maranhão, cuja realização se dará em Palermo (Itália), no período de 18 as 22 de junho do corrente ano.

A concessão das diárias atendeu, rigorosamente, os critérios estabelecidos nas Resoluções nº 73/2009, do Conselho Nacional de Justiça, e da Resolução nº 031/2009, do Tribunal de Justiça do Maranhão, corroborado pela Resolução nº 170/2013, do Conselho Nacional de Justiça, que, com redações semelhantes, dispõem sobre a concessão de diárias a magistrados, servidores e colaboradores eventuais do Poder Judiciário,

Todas as viagens feitas por magistrados do Poder Judiciário do Maranhão destinam-se a garantir a participação em eventos revestidos de alta importância institucional para a Justiça do Maranhão. Cabendo ainda frisar que a Lei Orçamentária do Poder Judiciário Maranhense contempla verba exclusiva para capacitação.

O Tribunal de Justiça do Maranhão está sempre aberto a prestar esclarecimentos à sociedade e aos órgãos de comunicação. Sendo assim, acreditamos que com as informações e os esclarecimentos pertinentes à noticia publicada pelo Jornal ‘O Estado de S.Paulo’ são suficientes para comprovar a inexistência de qualquer irregularidade na concessão das referidas diárias.

3 comentários em “Juízes do Maranhão vão receber diárias para fazer curso na Itália”

  1. Joao de Deus

    3 meses atrás  

    No Brasil não existe crise, existe em demasia é, pilantras pilantragens.
    Nada haver com essa matéria dos Juízes. Me refiro a crise. É, que tiraram o brasileiro pra servir de besta e otário. Bancando e pagando a conta desses políticos bandidos.

  2. jose carlos silva

    3 meses atrás  

    Meu jovem, a Europa é um berço de cultura, além de PALERMO ser uma das melhores cidades da Itália. Eu recomendo uma visita, de preferência com despesa do próprio bolso.

  3. cacador

    3 meses atrás  

    Curso sobre organização criminosa e Lavagem de dinheiro? kkkkkkkkkkkk!

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>