Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

“A promotora não entende de obra civil”, declara secretário ao contestar ação para construção de 25 creches em São Luís

Ao conceder uma entrevista ao Bom Dia Mirante desta quarta-feira (14), o secretário municipal de Educação de São Luís, Moacir Feitosa (PTC), foi questionado sobre diversos temas, entre eles a construção das 25 creches prometidas pelo prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT) e que também são cobradas pelo Ministério Público. No entanto, o titular da SEMED teve a audácia de falar que a promotora do caso, Luciane Belo, “não entende de obra civil”, por isso faz uma cobrança desmedida.

Desde o dia 3 de maio de 2017, os promotores de justiça Paulo Silvestre Avelar Silva e Maria Luciane Lisboa Belo, que atuam na área da Educação, requereram, no prazo de 72 horas, a apresentação do cronograma de execução e de conclusão de 13 creches, cujo orçamento está disponível, conforme planilha apresentada pela Secretaria Municipal de Educação (Semed).

O Ministério Público do Maranhão solicita a construção de 25 creches anunciadas pelo Município de São Luís no ano de 2014. Também foi requerida a execução do planejamento para aplicação das verbas, até então destinadas aos convênios com creches comunitárias ou filantrópicas, na construção e aparelhamento da rede de educação infantil com o objetivo de assegurar o funcionamento do ano letivo de 2018.

Acontece que a única justificativa que Moacir Feitosa deu foi que a “promotora não entende de obra civil” para fazer tais pedidos, confira a seguir o trecho da entrevista do secretário.

Enquetes

Como você avalia a gestão de Edivaldo Holanda Júnior?

View Results

Carregando ... Carregando ...

Conversa Franca

Campanha Negociação do Moto Club

Contato

Mande sua sugestão de conteúdo
E-mail: [email protected]
E-mail: [email protected]
WhatsApp: (98) 99112 5406

Siga-me no Twitter