Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

Vereador Honorato Fernandes propõe monitoramento do sistema de educação de São Luís

A situação do sistema de educação do município de São Luís foi o foco das discussões realizadas, na manhã desta terça-feira (18), durante Sessão Ordinária da Câmara Municipal. Em pronunciamento, o vereador Honorato Fernandes (PT), utilizando a tribuna da Casa, sugeriu a formação de uma mesa de diálogo permanente, entre o Parlamento Municipal e o Executivo, para monitorar o andamento das políticas do sistema de educação.

Ao analisar a situação do sistema de educação, o vereador destacou que o quadro precário do setor é reflexo das dificuldades pelas quais os municípios vêm passando com relação à arrecadação e das medidas equivocadas aprovadas em âmbito nacional, como a PEC do Teto dos Gastos, que estabelece para os três poderes e seus órgãos limites específicos para despesas.

“Estamos vivendo um contexto muito complicado, marcado pela limitação de gastos, após a aprovação da PEC 55, que congelou investimentos na educação e na saúde, sem contar a arrecadação dos municípios e estados que também passa por dificuldades”, destacou o parlamentar.

Honorato finalizou o pronunciamento sugerindo a formação de uma mesa de diálogo permanente, entre o Parlamento Municipal e o Executivo, para monitorar o andamento das políticas do sistema de educação.

“A melhor forma de enfrentamento dessa situação é por meio do diálogo. Precisamos construir uma mesa permanente de diálogo entre esta Casa, através da Comissão de Educação, e a Prefeitura, para tratar de questões que vão desde a remuneração à situação de trabalho, porque a educação precisa desse acompanhamento diário, para encaminharmos questões e construirmos soluções”, finalizou o vereador.