Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

Braide começa a viver na pele o que Wellington enfrentou ao longo de 45 dias de campanha

4 de outubro de 2016 : 08:00

eduardobraide-2Como se costuma a dizer que “pimenta nos olhos dos outros é refresco”, o candidato Eduardo Braide já começa a sofrer do mesmo veneno que ele ajudou a insuflar contra o candidato Wellington (PP) no primeiro turno da eleição em São Luís. Nem 24 horas, após o resultado das urnas, o deputado estadual passou a ser alvos de ataques que começam a expor sua personalidade e casos de corrupção que são atribuídos a sua família.

Se mostrando um bom moço, Eduardo Braide convocou uma coletiva na segunda-feira (3) e pediu uma campanha limpa. Só que foi o próprio candidato do PMN, um dos propulsores das mentiras contra Wellington. Tanto que no debate da Tv Guará, ele atacou de forma virulenta e baseado em mentiras montadas pelo Palácio dos Leões, o candidato do PP.

Hoje no segundo turno e sendo o alvo central dos ataques da turma do PDT e companhia, Eduardo Braide não parece preparado e sua áurea de mocinho deve ser desmontada antes mesmo da metade da campanha do segundo turno.

A diferença das acusações que Eduardo Braide sofre das que Wellington encarou é que as do candidato do PMN, possuem fundo de verdade e muitas testemunhas. Já Wellington, apesar de tardiamente, conseguiu desmascarar as mentiras montadas contra o seu nome.

Quem conhece Eduardo Braide afirma que o passado do candidato é mais podre que o esgoto que nunca foi tratado pelas ETE´s (Estações de Tratamento de Esgoto), da Caema…

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>