Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

Secretaria de Saúde planeja ações para 2015

24 de janeiro de 2015 : 10:00

A Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semus), está realizando o Seminário “Ações Estratégicas para uma nova política de Gestão Municipal em Saúde”. Durante o encontro, gestores e técnicos da Semus avaliam os resultados obtidos em 2014 e discutem estratégias para a otimização do atendimento e qualificação dos serviços de saúde para 2015. Todas as propostas apresentadas têm como referência o Plano Municipal de Saúde, elaborado para o período 2014-2017.

A secretária municipal de Saúde, Helena Duailibe, destacou os avanços implementados na área no ano passado, como a ampliação de serviços em hospitais de grande demanda – como os Socorrões I e II, além do Hospital da Mulher – e citou as intervenções físicas feitas em 14 postos e centros de saúde da cidade, com destaque para a Unidade Mista do Coroadinho (que ampliou em mais de 100% a sua capacidade de atendimento), além dos centros de saúde localizados no Turu, Cohab e área do Distrito Industrial.

“Fizemos muito no ano passado, porém é preciso avançar mais, com avaliação crítica e planejamento. Esta é uma determinação clara do prefeito Edivaldo e, com a ajuda mútua dos servidores da saúde e o apoio da administração municipal, podemos consolidar a transformação no setor, que tem uma grande demanda”, destacou a secretária.

Helena Dualibe lembrou ainda aos gestores a necessidade de melhorias em determinados serviços, especialmente no que se refere à Ouvidoria. “É preciso torná-la ainda mais funcional e conhecida pela população, que muitas vezes nem conhece esse canal de comunicação e não sabe que suas críticas e sugestões podem ajudar a melhorar os serviços”, informou.

Entre as ações propostas para o ano de 2015, a superintendente de Controle, Regulação, Avaliação e Auditoria da Semus, Vitória Utta, destacou a criação da Central de Regulação da Fila de Nefrologia, que deverá estar em funcionamento até o fim de fevereiro. “Trata-se de um serviço importante e que deverá trazer benefícios à população. O controle do público que necessita de atendimento relacionado à nefrologia aumentou, nos últimos meses. Por isso, coube a nós implantarmos o serviço, que está em fase final de preparação”, afirmou.

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>