Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

Médico e professor da UFMA sai em defesa do regime militar e diz ter saudade dos tempos da ditadura

1 de abril de 2014 : 16:14
Sempre desconfie de alguém que inicia seu discurso afirmando, que um certo movimento político está sendo organizado sem nenhum interesse partidário e particular por trás. E um bom exemplo disto, chama-se Allan Garcês (médico e professor da UFMA e CEUMA).

Allan Garcês em protesto o ano passado em favor da classe médica. Ele deveria lembrar, que se o período militar já não estivesse no passado, ele não poderia levantar a mão e muito menos a voz pedindo melhorias para a sua profissão
Em 2011, este senhor aproveitou as estruturas políticas da UFMA e de outras faculdades de São Luís para lançar o Movimento pela Saúde da Saúde do Maranhão. Na época organizou uma grande caminhada com apoio de Centros e Diretórios Acadêmico da UFMA, CEUMA, CEST, Florence e outros. Porém em seus discursos sempre era dito “não vamos criticar o governo municipal” (na época o prefeito era João Castelo), pois segundo o próprio, o problema vinha de cima da esfera federal.

Um ano depois, eis que surge como candidato a vereador na chapa do PSDB e do ex-prefeito João Castelo, o médico e professor Allan Garcês. Uma grande decepção e até sentimento de raiva surgiu em diversos estudantes que se sentiram usados naquela pré-campanha eleitoral antecipada. 

No final das contas o médico teve 1330 votos, o que lhe deu a quarta suplência no seu partido. Vale lembrar que na época das reuniões da organização do movimento, ele dizia: “se um dia eu me filiar em um partido político, me interna que estou louco”.

Pulando esse período, Allan volta a atacar, dessa vez defendendo o inacreditável. Em sua rede social Facebook, ele postou um breve texto em defesa do regime militar e o insulto ao atual do governo. O que agora sim faz sentido interna-lo, uma vez que só uma pessoa insana pode vir a defender esse tipo de regime autoritário.

Criticar partido A ou B, ok. Isso é liberdade de expressão, mas defender um governo opressor, que tirou uma série de direito das população é injustificável, só o faz quem se beneficiou deste estado.

Vivemos um momento de reflexão e de lembranças das atrocidades cometidas pela ditadura militar, inclusive toda poderosa Rede Globo admitiu o erro de ter apoiado o golpe de 1964. No entanto o médico Allan Garcês vai de encontro a tudo isso e faz apologia ao regime militar como forma de combater o PT e o governo da presidenta da Dilma, partidos o qual ele tem aversão por ser filiado no PSDB.


Veja o que o médico escreveu recentemente em sua página pessoal na rede social Facebook:

MAIS DE UMA DÉCADA DE INCOMPETÊNCIA


Tenho 44 anos e sou do tempo em que neste país cantávamos o Hino Nacional e o Hino da Bandeira na escola. Havia um estímulo ao patriotismo e amor pelo Brasil. Época boa era o regime militar, sim. E porque, não? Muitas coisas foram feitas pelos governos militares e não me venham os comunistas criticarem os governos militares. Os militares tiveram um projeto de governo para o futuro, eles pensaram o Brasil para 20, 30 ou 50 anos e o que vemos nos governos que o sucederam? E o que vemos neste mais de uma década do governo PT? o que eles fizeram de concreto para desenvolver o país, pensando nele para os próximo 30 ou 50 anos? A resposta é muito simples: NADA. Existe uma política de governo irresponsável que pensa no país para o momento e não para o futuro. São imediatistas e populistas, trabalham combatendo incêndio, não possui uma linha de ação estratégica com a finalidade de desenvolvimento. Eles NÃO pensaram no Brasil e nem no povo, mas pensaram neles e em suas famílias para os próximos 50 anos. Basta ver como estão ricas as famílias dos chamados “socialistas” do mensalão, começando pelo Lula e seu filho que enriqueceu da noite para o dia. Agora veja as nossas reservas nas hidroelétricas, opa! racionamento de energia a vista. E a economia em queda com a Inflação em alta? Até a Petrobrás que era a 12º empresa mundial, hoje é a 120º. PARABÉNS PT, NUNCA NA HISTÓRIA DESTE PAÍS SE CONSEGUIU FAZER TANTO (CORRUPÇÃO, ESCÂNDALOS e MENTIRAS) COM TÃO POUCO PELO BRASIL. É vergonhoso? NÃO, mas é revoltante. Eles não tem escrúpulo, nem vergonha na cara. Isso tudo, pode não afetar os eleitores do PT, mas com certeza afeta, os eleitores que trabalham para manter os eleitores do PT vivos.

Além de saudosista do autoritarismo e do arbítrio dos anos de chumbo, o “Doutor Ódio” é acusado ainda de usar a estrutura da Ufma para difamar a presidenta e incitar o ódio nos alunos contra Governo Federal, principalmente em relação ao programa Mais Médico, como se vê na imagem abaixo onde os alunos aparecem segurando cartazes com frases do tipo “Dilma e o PT fazem mal à saúde”, “Dilma nunca mais”, entre outras.


Informado sobre as agressões de Allan Garcês contra o PT e Dilma, o presidente estadual do partido, Raimundo Monteiro, disse que irá reunir o material divulgado pelo professor para tomar as medidas cabíveis que o caso requer.

“A princípio parece um comportamento inadequado para um professor universitário. Vamos reunir as imagens e entregar para os advogados do PT no sentido de saber se cabe alguma ação judicial contra o senhor Allan Garcês”, disse.
As ações de Allan Garcês é vista como ilegal em várias aspectos, inclusive fere de morte a ética profissional, já que usa espaço público de trabalho para disseminar posturas incompatíveis com o ambiente de tolerância democrática de uma universidade.
Médico Allan Garcês (centro da foto) entre os alunos

* Com informações do blog do Robert Lobato

2 comentários em “Médico e professor da UFMA sai em defesa do regime militar e diz ter saudade dos tempos da ditadura”

  1. 6 anos atrás  

    Li o texto do professor e concordo com tudo.
    Numa universidade pública que se propõe ser plural é no mínimo um contrassenso criticar aquele que tem uma opinião diferente da opinião hegemônica.
    O Professor Allan Garcês, talvez por sua habilidade com as palavras tenha conseguido ao mesmo tempo defender sua opinião e trouxe ainda os fatos. Fatos que embasam seu texto. Falar a verdade e ainda por cima indicar os fatos, é para alguns o inferno.

    Por outro lado…

    É impossível escrever uma numa mesma frase as palavras democracia e esquerdista/marxista/comunista. É impossível pois nunca um esquerdista aceitará outra opinião que não seja a dele; todo marxista que lê “livre expressão” tem súbito de ódio e procura sempre desmerecer o argumento, desmerecer o sujeito que argumenta ou o que é mais normal (e é verificável na história) busca calar quem pensa diferente inclusive utilizado-se da força.

  2. 5 anos atrás  

    É INACREDITÁVEL QUE EXISTE PESSOAS QUE SE DEIXAM INFLUENCIAR PELO COMUNISMO, JÁ FOI MAIS QUE PROVADO QUE ESTE IDEAL É ESTÚPIDO E MACABRO, E O QUE MAIS ME IMPRESSIONA É COMO UMA PESSOA COM NÍVEL DE ESTUDO ALTO,SE DEIXA CONTAMINAR, POIS SERÁ O PRIMEIRO À SOFRER COM ESTE REGIME.CONCORDO COM VC RONY DIAS, O COMUNISMO É CAOS,É O ÓDIO,É DIABÓLICO,PESSOAS LIGADAS À ISSO SÃO COMO ZUMBIS SENDO CONTROLADAS POR GOVERNO DE MENTE DOENTIA COMO FOI HITLER.EU VIVI NA ÉPOCA DO REGIME MILITAR E FOI A MELHOR ÉPOCA DE MINHA VIDA,HAVIA PATRIOTISMO E OS BONS COSTUMES E VALORES MORAIS, EU APOIEI E CONTINUO APOIANDO OS MILITARES, E ESPERO QUE ELES TOMEM O PAÍS DE VOLTA,O MAIS RÁPIDO POSSÍVEL,ANTES QUE DESTRUAM O PAÍS DE VEZ

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>