Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

Vale amplia capacidade da Estação Ferroviária de São Luís

26 de fevereiro de 2014 : 07:25

A Vale entregou terça-feira (25/02), as novas instalações da Estação Ferroviária de São Luís, responsável pelo embarque e desembarque de passageiros do trem operado pela empresa. O aumento da capacidade de pessoas no saguão principal e nos portões de embarque, que antes comportava 350 pessoas e agora atenderá 550, está entre as principais melhorias na infraestrutura que proporcionará mais conforto aos usuários.

Todas as áreas comuns aos passageiros foram ampliadas, a exemplo da bilheteria, lanchonete e a sala VIP para atendimento às pessoas com deficiência física, idosos com dificuldade de locomoção e gestantes. Esta última teve sua capacidade aumentada de 40 para 75 pessoas. “Esta obra da Estação Ferroviária é muito importante porque vem acompanhando o novo projeto de substituição dos vagões do Trem de Passageiros, previsto para 2015. Os maiores beneficiários são os nossos usuários que utilizam este meio de transporte que hoje é considerado um dos mais baratos e mais seguros”, explica Gustavo Mucci, gerente do Trem de Passageiros da Vale.

Além da parte física, a Estação Ferroviária conta agora com equipamentos modernos que vão agilizar o atendimento na bilheteria, como o sistema de intercomunicador e um painel de senhas. Adaptado com um microfone, o intercomunicador facilita o diálogo entre quem compra e quem vende a passagem, evitando ruídos e falhas na comunicação. Com o painel de senhas as pessoas terão mais conforto enquanto aguardam a hora de atendimento no guichê. Diariamente, um média de 1.300 pessoas utilizam o trem que interliga os estados do Maranhão e Pará. Em 2013, o número de passageiros que utilizaram o transporte chegou a 350 mil.

Percurso

O trem parte da Estação Ferroviária de São Luís (MA) com destino a Parauapebas, no sudeste do Pará, às segundas, quintas-feiras e sábados. Às terças, sextas-feiras e aos domingos, realiza o percurso de volta. Só não há viagem na quarta-feira, quando é realizada a manutenção dos carros e locomotivas. O valor do bilhete varia de acordo com a classe e o trecho escolhido. O passageiro que escolher a classe econômica pagará entre R$ 8,00 e R$ 55,00; já o bilhete da classe executiva custa entre R$ 18,00 e R$ 110,00. Todos os carros são equipados com monitores de TV.

A Vale opera com reserva de duas passagens interestaduais gratuitas para idosos por viagem. Quando esgotadas as duas passagens, os demais idosos têm direito a 50% nos bilhetes para os assentos da classe econômica, nos trechos interestaduais. Para tanto, é preciso que se comprove ter 60 anos ou mais e renda igual ou inferior a dois salários mínimos, conforme o Estatuto do Idoso – Decreto Federal Nº 5.130 e com a Resolução Nº 654 da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), de julho de 2004.

Pela internet (www.vale.com/tremdepassageiros) ou pelo Alô Ferrovias (0800-285-7000), o passageiro obtém os horários de chegada e partida do trem, bem como os preços das passagens, dicas de viagem, mapa da ferrovia, locais de compra de bilhetes, entre outras informações.

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>