Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

PTC quer voltar a ser grande e anuncia novos filiados para disputa de deputado estadual e federal

O partido do prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior, não quer fazer feio na eleição de 2014, afinal com um chefe do executivo de uma capital é possível vislumbrar sonhos altos. Diante disso, o presidente da legenda no Maranhão, o ex-deputado estadual Edivaldo Holanda Braga, organizou o 10º Encontro estadual do PTC, que foi um momento utilizado para anunciar os novos filiados que vão brigar pelas vagas de deputados estaduais e federais.

Edivaldo Holanda Braga abrindo os trabalhos da mesa de abertura

 Na oportunidade ganharam destaque os anúncios de filiações do ex-deputado estadual Nonato Aragão, do filho do ex-ministro Edson Vidigal, Edson Vidigal Travassos e a ex-primeira-dama de Anajatuba, Lúcia Marinho que concorreu em 2010 a deputada federal e obteve 32 mil votos, além também da filiação da secretária municipal de Segurança Alimentar, Fátima Ribeiro.

Edson Travassos Vidigal anunciou filiação e candidatura

Pelo menos os três primeiros citados entram para disputar a vaga no parlamento estadual e na Câmara Federal, eles vão se juntar ao Edivaldo Holanda Braga que será o candidato mais forte na disputa pela vaga na Assembleia e talvez o único que consiga êxito. Durante os discursos proferidos no encontro, a empolgação toma conta do partido, por isso eles afirmam eleger 4 estaduais e 2 federais.

Nonato Aragão agora vai tentar a vitória no PTC

Quem esteve no Encontro do PTC e poderia contribuir com o fortalecimento da legenda foi o Carlos Wellington, o Wellington do Curso, que também foi convidado para assinar sua ficha de filiação, porém neste momento e sabedor da dificuldade que será a disputa pela vaga na sigla, ele preferiu apenas ficar como participante da reunião partidária.

Quem ainda marcou presença foi o deputado estadual Rubens Pereira Júnior (PCdoB), o suplente de vereador Paulo Roberto Pinto, o Carioca (PRTB), os secretários de Obras e Transporte, José Silveira e Carlos Rogério, respectivamente, assim como outras lideranças políticas.

Vale lembrar que o PTC já elegeu um presidente da República, o Fernando Collor de Melo, porém naquela época o partido tinha outro nome e sigla, era o PRN, Partido da Reconstrução Nacional, chegando a se tornar um dos maiores do país, porém após o impeachment de Collor, a legenda foi encolhendo ano após anos, até que em 2000 a direção nacional decidiu mudar para PTC, Partido Trabalhista Cristão.

Lúcia Marinho quer vaga de federal pelo PTC

Dessa em 2003, Edivaldo Holanda Braga montou a estrutura da legenda aqui e disputou as eleições de 2004 para prefeito, não obteve a vitória, mas elegeu seu filho Edivaldo Holanda Júnior, o qual conseguiu a reeleição e também ser o único membro do PTC eleito para deputado federal em 2010, voltando a garantir representatividade do partido na Câmara Federal.

Hoje o partido pode até estar capengando pelo país, mas Edivaldo Holanda Braga, quer uma legenda forte no estado, para quem sabe garantir vôos mais altos.