Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

Prefeito Eduardo Braide assina Ordem de Serviço para restauração da Fonte das Pedras, no Centro Histórico de São Luís

11 de junho de 2022 : 07:56

O prefeito Eduardo Braide assinou, na manhã desta sexta-feira (10), a Ordem de Serviço para a obra de estabilização e consolidação do Monumento Fonte das Pedras, no Centro Histórico. A intervenção será executada por meio da Fundação Municipal de Patrimônio Histórico (FUMPH), no valor de R$366.919,46. Os serviços têm prazo de 180 dias para conclusão.

 “A ordem de serviço assinada hoje para a obra de estabilização e conservação deste importante monumento histórico por meio da nossa FUMPH, significa resgatar a nossa história, nossa cultura e a nossa memória. A revitalização do nosso Centro Histórico já vem acontecendo. Já entregamos dois casarões para unidades de habitação de interesse social onde já são 22 famílias já moram no nosso Centro Histórico, além de uma série de restaurações a outros monumentos para que a gente deixe a nossa cidade cada vez mais linda e preservada. Hoje é a vez da Prefeitura intervir na Fonte das Pedras”, explicou o prefeito Eduardo Braide.

A Fonte das Pedras que é um bem cultural tombado pelo Governo Federal desde 12 de julho de 1963, e também parte integrante do conjunto histórico, arquitetônico e paisagístico do centro urbano de São Luís, e agora passará por serviços de recuperação de sua estrutura como parte das ações de preservação, conservação e revitalização do Centro Histórico de São Luís.

“Após o investimento realizado pela prefeitura, a FUMPH vai fazer a educação patrimonial com as informações históricas sobre o monumento para que as escolas, os visitantes, a sociedade e os turistas, possam vir pra esse local e entender a importância da Fonte das Pedras para a história da nossa cidade de São Luís”, explicou a presidente  da Fundação Municipal de Patrimônio Histórico (FUMPH), Kátia Bogéa, responsável pela execução da obra.

A restauração da parte paisagística também foi anunciada pelo prefeito Eduardo Braide. Segundo o presidente do Instituto Municipal da Paisagem Urbana (Impur), Walber Pereira, esse trabalho será realizado no fim de todas as intervenções. “Cuidaremos da poda das árvores, calçadas, capina, pintura, e arrumaremos também a parte civil, como bancos, passarela, meio-fio, pintura de meio-fio, além da manutenção das áreas verdes para deixar o espaço ainda mais bonito e atrativo”, garantiu o presidente do Impur.

“É muita felicidade estar aqui acompanhando o prefeito Eduardo Braide na assinatura da ordem de serviço onde vai ser feita toda a parte de infraestrutura da Fonte das Pedras. Um local que desde 1963 é tombado pelo Iphan e que agora estará seguro graças a essa obra”, disse o superintendente do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) Maurício Itapary.

Na solenidade, estavam presentes, o vereador Marlon Botão (PSB); o secretário municipal de Segurança com Cidadania, Marcos Affonso Júnior; o chefe do departamento de Turismo e Hotelaria da UFMA, Jomilson Costa; o diretor da MH Arquitetura e Urbanismo, Marcelo Helal; o superintendente da Defesa Civil Municipal, Alexsandro Nogueira, além de guardas municipais e bombeiros civis que atuam no local.

Serviços

O projeto de estabilização e consolidação do Monumento Fonte das Pedras abrangerá os serviços de escavação no nível do solo para averiguar a situação da manilha (duto) de barro; escoramento das paredes e cúpula da bacia de captação das águas com orientação para o norte; restauração estrutural da cúpula norte com reposição de tijolos que estão deslocados e recomposição de argamassas; restauração estrutural das paredes da bacia norte, reposição de pedras deslocadas e recomposição de argamassas; análise laboratorial da composição da argamassa existente para que a recomposição do reboco novo seja adequado à estrutura; execução de reboco novo nas bacias e túneis que compõem a galeria subterrânea; pintura nova a base de cal em todo o complexo subterrâneo; e desobstrução do percurso das águas e limpeza geral.

A intervenção vai corrigir todos os problemas identificados pela vistoria da equipe técnica da FUMPH, que verificou que o estado de conservação de uma das bacias de captação de água sofre sério desgaste e elevado processo de deterioração de seus materiais construtivos, a ponto de ocorrer o desprendimento de pedras e tijolos que compõem as paredes deste elemento. A água também está jorrando de maneira intermitente por entre os tijolos e pedras da estrutura, agravando mais ainda o risco de desabamento e a argamassa de assentamento e do reboco que foram deslocados da bacia em questão, estão sendo acumulados ao longo do percurso d’água, promovendo a obstrução e bloqueio da passagem das águas que alimentam as carrancas, comprometendo o pleno funcionamento destes componentes.

Importância histórica

A Fonte das Pedras, além de ser um monumento de valor histórico, artístico e arquitetônico, faz parte da história da cidade, por constituir-se em importante sítio desde a fundação pelos franceses, perpassando pela invasão holandesa e colonização portuguesa. Também foi um testemunho do início do processo de industrialização da cidade, ao ser anexada a Fábrica Santa Amélia do Cotonifício Cândido Ribeiro.

Em 1615, Jerônimo de Albuquerque, capitão da conquista e descobrimento das terras do Maranhão, acampou as tropas portuguesas sob as árvores ao redor do veio natural de água que jorrava em profusão, e aí iniciou sua estratégia que permitiu derrotar e expulsar os franceses comandados por Lá Ravardière. No século XVII, os invasores holandeses utilizaram suas nascentes para a chegada e abastecimento de água potável, e, ao compreenderem sua importância para as conquistas, construíram uma fonte, sendo, então, primeiro manancial canalizado na ilha de São Luís.

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>