Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

Grupo Teoria das Artes encerra com sucesso agenda de espetáculos no Maranhão

30 de dezembro de 2021 : 17:32

Os maranhenses assistiram a um espetáculo à altura durante o período natalino. Foram sete dias, de 15 a 23 de dezembro, momento em que a Companhia esteve nas ruas da capital e do estado levando a magia do nascimento de Jesus.

O grupo percorreu sete regiões diferentes da Grande Ilha de São Luís, com um desembarque no município de Santa Rita, baixada maranhense. O espetáculo que completou este ano de 2021 a décima edição, contou com uma extensa programação para toda a família maranhense.

Vale destacar que o grupo apresentou 12 músicas autorais escritas e produzidas pelo poeta e compositor Ronildo José.

‘’Agradeço ao Núcleo de Produção Teoria das Artes o convite para a honrosa missão de textualizar e musicalizar a décima edição do Auto Natalino. Um desafio árduo, mas prazeroso, com uma linguagem direta, simples e com músicas autorais transformamos o espetáculo em um grandioso e dinâmico musical levando às comunidades uma linda história. Parabenizo a todos os envolvidos direta e indiretamente pelo grandioso sucesso’’, disse ele.

O produtor é acadêmico de pedagogia, escritor, poeta e compositor; além de ser autor de vários espetáculos em todo o estado.

O diretor da Companhia, Lewdyson Clay agradeceu os parceiros e atores por tanta entrega.

“Estamos muito felizes por que sabemos do desafio e da responsabilidade em contar a história tantas vezes repetidas do maior protagonista do Natal, que é Jesus. Inovamos, ousamos e produzimos um espetáculo autoral, com o tempero da nossa terra. Agradecemos os atores, os nossos espectadores, a população que nos prestigiou; além dos apoiadores e incentivadores: Equatorial Energia, Secretaria de Cultura do Estado e o Centro Cultural Vale Maranhão. Ano que vem, tem mais”, destacou.

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>