Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

Foguete sem combustível: Weverton se agarra a personagens sem expressão política no Maranhão

23 de novembro de 2021 : 06:54

O “combustível” do foguete de Weverton Rocha (PDT), parece que vai chegando ao fim. Após lançar com muita empolgação sua pré-candidatura em agosto desse ano em Imperatriz, o senador maranhense observa semana a semana, a redução do número de aliados. E são os próprios amigos que já demonstram preocupação com a pré-candidatura pedetista, uma vez que o Maragato vem se apegando a figuras sem expressão na política maranhense.

Uma demonstração da fragilidade de Weverton, está na relação com o PT. O senador se agarrou a Márcio Jardim, que trouxe para o Maranhão, o ex-prefeito de Maricá, Washington Quaqua e o presidente do diretório estadual do Rio de Janeiro, Joãozinho. Aliados próximos do senador pedetista ficaram preocupados e um em especial argumentou: “esse não é o Weverton que conheço. Tá se agarrando com ex-prefeito de Maricá, que não vai trazer um voto, que não agrega nada para a pré-campanha. Parece um ato de alguém que está desesperado”.

Na forçada relação de Weverton com o PT, apenas quem possui expressão é o presidente do diretório municipal de São Luís, Honorato Fernandes. Mas como a decisão é estadual, isso pouco influencia, uma vez que as principais forças do partido estão no projeto de Felipe Camarão (PT) ou de Carlos Brandão (PSDB), o qual é patrocinado por Flávio Dino (PSB).

Outra demonstração de fragilidade de Weverton nos últimos dias é a perda de aliados que antes eram considerados de primeira hora, a exemplo de Francisco Nagib, diretor do DETRAN. O ex-prefeito de Codó era uma das principais lideranças na região dos Cocais da pré-candidatura pedetista, porém, agora já anda de boné do vice-governador Carlos Brandão. Outra perda foi o secretário adjunto de Agricultura, Ivaldo Rodrigues, que deixou o PDT e agora anda colado com o vice-governador.

E assim já foi com o ex-prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior (PSD); com o ex-deputado estadual Stênio Rezende (DEM) e a deputada estadual Andreia Rezende (DEM); com o pedetista histórico Julião Amim; com os deputados estaduais Yglesio Moyses (sem partido), Fábio Macedo (Republicanos) e Rafael Leitoa (PDT). Em breve, alguns apontam que essa lista vai engrossar com um posicionamento de Gil Cutrim (Republicanos), favorável a Brandão entre outros.

Nesta terça-feira (23), outro aliado declarado de Weverton, o deputado federal Pedro Lucas Fernandes (PTB), terá uma agenda com o vice-governador, acompanhado do pai, o prefeito de Arame, Pedro Fernandes (PTB), seria outro a pular do barco pedetista?

A medida que Weverton vai se tornando frágil, ele também demonstra pouco poder de fogo, tanto que o pedetista pode sofrer uma debandada geral da sua pré-candidatura a partir do dia 29 de novembro, caso Flávio Dino confirme Carlos Brandão como sucessor.

Na estratégia montada pela articulação política do Palácio dos Leões, dia 29 de novembro Carlos Brandão passa a ser o pré-candidato oficial do governador Flávio Dino e eles vão oferecer um prazo de 7 dias, para aqueles que estão nomeados no Governo, que tomem a decisão de acompanhar o vice-governador ou seguir com o senador, quem escolher a segunda vai figurar fora dos quadros da máquina estatal.

Um levantamento feito pelo Governo do Maranhão, aponta que Weverton Rocha possui 2 mil aliados nomeados no serviço público estadual e isso vai além de SEDES e DETRAN, envolve também nomeações de aliados como Juscelino Filho (DEM), Pedro Lucas Fernandes, André Fufuca (PP) e outros.

Pressentido um baque na sua pré-campanha, Weverton já mudou o local onde vai realizar seu encontro em São Luís no dia 11 de dezembro. Inicialmente seria no Campo do Estrela na região do São Cristóvão, um local que remontaria aos tempos em que o senador morou na região no tempo da militância estudantil, mas avaliaram que o local é muito grande e pode trazer uma sensação ainda maior de esvaziamento. Por isso, o plano atual é realizar o ato no estacionamento da antiga Batuque Brasil onde ocorria o Arraial Pertinho de Você na Cohama, local que é cercado e possibilitaria uma sensação de presença de multidão através das imagens, assim como o engarrafamento que seria causado na Avenida Daniel de La Touche.

Inclusive é para essa data, 11 de dezembro, que Weverton planeja contra-atacar a pré-candidatura de Brandão ao apresentar novos aliados, a exemplo disto os vereadores de São Luís, Umbelino Júnior (PRTB) e Astro de Ogum (PCdoB), porém como os próprios aliados avaliam: “é muito pouco para quem almeja algo tão grande como governar o Maranhão”.

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>