Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

Prefeitura de São Luís desativa Circo Escola e Centro de Convivência da Vila Luizão

11 de outubro de 2021 : 12:23

Sem ainda prestar esclarecimentos, a Prefeitura de São Luís interrompeu um dos mais belos projetos socio-educacionais existentes em São Luís. Criado em 1999 na gestão de Jackson Lago, o Circo Escola se tornou uma referência entre os serviços desenvolvidos na área da assistência social. Agora está abandonado, sem recursos e deixando centenas de crianças sem a oportunidade de uma atividade extra.

O Circo Escola inicialmente funcionou no Anel Viário entre 1999 e 2009, entre 2009 e 2014, ficou desativado. No fim de 2014, ele foi reinaugurado por Edivaldo Holanda Júnior na Cidade Operária, margeando os muros da Universidade Estadual do Maranhão.

O Circo Escola atendia aproximadamente 334 crianças e adolescentes, com idade entre sete e 17 anos, que tinham à disposição 12 oficinas nas áreas de artes circense, visual, cênica, música, dança, esporte, música e lazer, educação ambiental e ações socioeducativas. O encaminhamento dos adolescentes e crianças para o projeto era feito pelos Centros de Referência em Assistência Social (Cras) da Cidade Operária, Janaina e João de Deus; pelo Centro de Referencia Especial em Assistência Social (Creas); e pelo Conselho Tutelar da área.

O projeto desenvolvido em São Luís chegou a ser referência internacional e nacional. Em 2004 por meio de uma parceria da Unicef, o governo coreano visitou o Circo Escola e referendou as atividades desenvolvidas. Nacionalmente, a iniciativa participou do Projeto Criança Esperança, e também, foi modelo de inspiração para a criação do Circo da Baixada do Rio de janeiro (RJ), através da indicação do TDH/Brasil.

De acordo com o Coletivo Nós, informou que “sem qualquer previsão jurídica ou base legal a secretária Rosângela Bertoldo decidiu retirar todos os Educadores Sociais e direcioná-los aos já sufocados (e sucateados) CRAS. Isso após fechar o SCFV da Vila Luizão e manter sem atividade o Circo Escola da Cidade Operária. Ainda, a grande maioria das Organizações não receberam sequer nenhum recurso em 2021”.

Na época, Jhonatan Alves o porta-voz do Coletivo Nós afirmou: “Convocamos os demais órgãos de controle e monitoramento das Políticas de Criança e Adolescente, bem como da Assistência Social e do Idoso que também cobrem uma resposta da prefeitura de São Luís. Até quando vamos permitir esse desmantelo na Política Pública de Criança e Assistência Social em São Luís???”.

Centro de Convivência da Vila Luizão

O Centro de Convivência da Vila Luizão atendia cerca de 120 crianças e adolescentes da região, nos dois turnos, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. As atividades realizadas na instituição visavam ao fortalecimento de vínculos e a socialização dos participantes, por meio de ações centradas na acolhida, na brincadeira e no convívio familiar e comunitário.
As atividades tinham como intuito prevenir a ocorrência de violação de direitos, em especial a violência doméstica e o trabalho infantil, sendo um serviço complementar e diretamente articulado ao Serviço de Proteção e Atendimento Integral à Família (PAIF). A instituição dispõe de infraestrutura com salas para realização das oficinas, pátio externo, área de lazer e cozinha.

 

 

3 comentários em “Prefeitura de São Luís desativa Circo Escola e Centro de Convivência da Vila Luizão”

  1. Cabeto

    2 semanas atrás  

    Esse é o teu prefeito que tu tanto puxa saco ai o presente que ele tá dando pra população

  2. Helena

    2 semanas atrás  

    Em menos de um ano, o prefeito Braide já deu mostras de que é mais inepto para o cargo do que o antecessor Edivaldo, pois sua gestão, embora, mediática não tem sustentação nos fatos nem ba realidade. O meu voto nele foi um erro do qual eu me arrependi logo no 3° mês do mandato dele.

  3. ANTONIO

    2 semanas atrás  

    Esse prefeito tem alguns auxiliares que ainda não pisaram no chão.Una bando de cavalo Paraguai
    .

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>