Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

“Respeito às pessoas, compromisso e resultado é o nosso lema”, afirma presidente da CAAMA sobre assistência aos advogados

7 de abril de 2021 : 11:11

O presidente da Caixa de Assistência dos Advogados do Maranhão (Caama), Diego Sá, concedeu uma entrevista ao Jornal Pequeno e afirmou estar comprometido com as causas da advocacia no Maranhão. Apontado como um dos nomes para assumir a nova gestão da Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Maranhão (OAB-MA), Diego, já desempenha um papel significativo nas ações que vêm sendo desenvolvidas pela Caixa durante os últimos 6 anos.

Com um perfil conciliador, Diego Sá, vem atuando fortemente na manutenção da assistência aos advogados, para ele, por meio da humanização das ações, é possível executar práticas de auxílio com “Respeito às pessoas, compromisso e resultado, esse é o nosso lema”.

Há 6 (seis) anos à frente da presidência da instituição, Diego já comemora o sucesso das ações e a manutenção dos relacionamentos criados no decorrer da sua atuação. Além disso, Diego explica que durante o período de pandemia novas diretrizes foram adotadas para que os processos pudessem ter continuidade e atender a todos.

Confira abaixo os assuntos que foram abordados durante entrevista realizada por telefone com o Presidente da Caixa de Assistência aos Advogados do Maranhão, Diego Sá. Além do cenário para as próximas eleições da OAB-MA, atuação da entidade e assistência à saúde do advogado:

Jornal Pequeno – Quais as ações a Caama vem desenvolvendo pela advocacia maranhense?

Diego Sá – Nós desenvolvemos diversas ações de saúde, bem-estar, assistência e acolhimento que contemplam tanto os advogados quanto os seus familiares em todo estado do Maranhão. Oferecemos à classe atendimentos médicos, psicológicos, de fisioterapia, odontologia, bem como diversos outros benefícios que corroboram à nossa missão estatutária de assistir e auxiliar os colegas e seus dependentes. Um belo exemplo foi o pagamento de auxílio emergencial realizado ano passado aos colegas que contraíram a Covid-19, além da entrega de máscaras de proteção e álcool em gel tudo gratuitamente. Isso revela o grande volume de ações realizadas no ano passado para a advocacia e que impactaram de forma positiva a vida dos colegas de todo estado.

JP – Quais as campanhas que estão planejadas para 2021?

D.S. – Neste mês de abril iremos iniciar nossa campanha da saúde e buscar atender o maior número de advogados possível. Iremos iniciar com a nossa vacinação contra a gripe H1N1, disponibilizar testagem e atendimento
médicos e psicológico gratuitos aos advogados e seus familiares. Não podemos ficar inertes diante do momento de pandemia em que vivemos, precisamos cair em campo e oferecer tudo que estiver ao nosso alcance para ajudar e assistir aos nossos colegas. Por isso, estou na linha de frente e faço questão de participar de todas as campanhas e estar perto, dando cada passo de forma conjunta com os nossos queridos diretores e nos permitindo trocar experiências e ideias para termos efetividade e resultado, o que é a meta da nossa gestão.

JP – Fora as ações de saúde, como a Caama está assistindo os advogados?

D.S. – Nós temos uma rede de apoio muito ampla para as mulheres advogadas de nosso estado. Isso é algo jamais visto. Disponibilizamos para a colega que acabara de ter seu filho o auxílio maternidade, um benefício pós-parto, onde ela poderá receber de forma integral o valor da sua anuidade. Além disso, no ano de 2019, implantamos o projeto “Bem nascer” que consiste em prestar auxílio às futuras mamães e papais, que estão passando pela marcante fase de gestação, parto e pós-parto. Disponibilizando cursos, oficinas e acompanhamento personalizado. E ano passado criamos o projeto “Acolher”, projeto voltado para atender as advogadas vítimas de violência doméstica. O projeto disponibiliza assistência psicológica, orientação jurídica e hospedagem pelo período de até 10 dias em local seguro e sigiloso, caso necessário. Importante esclarecer que todos esses benefícios são gratuitos e estão disponíveis para todas as colegas advogadas inscritas na nossa seccional.

JP – Como você analisa a atuação da Caama?

D. S. – Tivemos a oportunidade de trabalhar diuturnamente ao longo desses últimos 6 anos para estar próximo do advogado e prestar a assistência necessária para o enfrentamento do dia a dia. Hoje, vejo a nossa entidade com atuação sólida e reconhecida por toda a classe, esse é o nosso combustível. Nos últimos anos a Caama aparelhou com computadores, impressoras, scanners e mobiliários em geral, diversas salas da advocacia na capital, interior, subseções da OAB, sede da OAB na capital entre outros locais, sempre buscando melhorar o dia a dia dos colegas. E, recentemente, lançamos um projeto inovador chamado “Caama Office”, escritório compartilhado e personalizado para que o advogado possa atender de forma exclusiva o seu cliente, fazer audiências e exercer sua atividade profssional com comodidade e segurança. Como sempre digo, o nosso compromisso é com a assistência aos nossos
colegas, é o resultado, é a nossa meta!

JP – Seu nome tem sido cotado para a eleição da OAB-MA. Como você vê essa possibilidade?

D.S. – Fico muito feliz e grato com a indicação do meu nome à presidência. Isso só reforça o reconhecimento da classe acerca do nosso trabalho à frente da Caama. Vejo as movimentações políticas de forma muito tranquila, pois entendo que o processo eleitoral é algo indissociável do espírito republicano e democrático da nossa entidade. Agora, é extremamente importante separarmos a gestão da entidade, das discussões políticas, sob pena de trairmos o próprio objetivo de representar a todos os advogados e advogadas do Maranhão. Entendo que todos os colegas
possuem legitimidade para pleitear um cargo na Ordem, isso é bom para quem quer trabalhar e entregar, de verdade, sua vida à uma causa coletiva. Contudo, trata-se de uma construção de ideias, objetivos e forças, sem
pressão ou qualquer tipo de imposição. O certo é que, a Advocacia é soberana e a ela cabe definir os atores do
pleito.

JP – O que o levaria a ser o próximo presidente?

D.S. – Acredito que a história construída e o trabalho apresentado ao longo desses últimos 6 anos são as credenciais que me colocam em posição de preparado para assumir a presidência da OAB-MA. Nosso trabalho sempre foi feito de forma coletiva, o que me fez aprender a realidade da advocacia em todos os cantos do nosso estado. Minha experiência na administração da Caama trouxe o conhecimento necessário para tornar nossa entidade referência em assistência e porto seguro para nossa classe, sobretudo neste momento de pandemia. Esse contato direto com os colegas me torna habilitado a discutir as demandas, até porque tenho o olhar da experiência própria no exercício profissional.

JP – Você se considera um potencial candidato?

D.S. – Meu nome está à disposição da Advocacia. Estou pronto e me sinto preparado. Entendo que, diante do momento em que nós vivemos, precisamos de gestores que tenham experiências em crises com um olhar voltado à resolução de conflitos de forma efetiva e de resultado. Infelizmente ainda vamos passar por muitos obstáculos e ainda temos muitas incertezas, por isso temos que ter uma equipe preparada para responder às demandas da Advocacia de forma rápida e em todas as pautas. O acesso ao judiciário, a morosidade da justiça, a defesa de prerrogativas, a valorização da classe é um dos caminhos que vamos trilhar, sem deixar de atuar e ampliar a assistência dos colegas e de seus familiares todos os dias. Temos que estar preparados para as demandas e enfrentamento que a advocacia exige.

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>