Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

Obras de Padre João Mohana já estão disponíveis na Livraria Amei no São Luís Shopping

5 de abril de 2021 : 19:34

A Livraria Amei, da Associação Maranhense de Escritores Independentes, localizada no São Luís Shopping Center, no bairro do Jaracati, em São Luís, é a primeira do Maranhão a receber as sete obras reedistadas do Padre João Mohana, que era também médico e psicólogo, reeditadas pela Molokai. Em outras cidades do país, os livros já vêm sendo comercializados, com boa aceitação de público.

Médico, padre, psicólogo e escritor, João Mohana é considerado um dos maiores intelectuais do Maranhão, com sua obra conhecida nacional e internacionalmente, e está de volta às livrarias, graças a uma iniciativa de Editora Molokai, nova detentora dos direitos autorais.

As obras disponíveis as as seguintes:

  • Céu e carne no casamento
  • O Mundo e eu
  • A vida afetiva dos que não se casam
  • Liberte seu filho da insegurança
  • Autoanálise para êxito profissional
  • Ore com os grandes orantes
  • Amor e responsabilidade.

De acordo com o empresário José Antônio Mohana, que além de sobrinho de João Mohana, é o responsável pela volta dessas obras, depois de readquirir os direitos autorais e negociá-los com outra editora, a Molokai, outras livrarias do estado devem receber as obras, mas as negociações são diretas com a editora, ou seja, ele abriu a Amei para também receber numa deferência à livraria por ser uma das que mais privilegiam autores maranhenses.

João Mohana – João Miguel Mohana foi um padre, médico, psicólogo e escritor brasileiro. Seus pais, Miguel e Anice Mohana, eram imigrantes libaneses. Natural de Bacabal, passou boa parte da infância e adolescência em Viana, na Baixada Maranhense, de onde se transferiu  para São Luís a fim de iniciar seus estudos secundários. No final da década de 1940, foi estudar Medicina na Universidade Federal da Bahia.

Em 1952 lançou seu primeiro livro, o romance O outro caminho, pelo qual conquistou o prêmio Coelho Neto da Academia Brasileira de Letras, a partir passou a ser conhecido nacionalmente. Apesar de ter sido obrigado a seguir Medicina, sua grande vocação era o sacerdócio e, em 1955, após a morte do pai, entrou para o Seminário de Viamão, no Rio Grande do Sul, tornando-se padre em 1960. Em 1970, foi eleito membro da Academia Maranhense de Letras, ocupando a cadeira n° 03.

O padre João Mohana escreveu dezenas de livros, romances e peças teatrais, a maioria editados pelas editoras Loyola, Agir e Paulinas, tendo alguns de seus trabalhos publicados em inglês e espanhol.

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>