Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

Pesquisa Escutec/O Estado traz o primeiro cenário para a corrida eleitoral de 2022

27 de março de 2021 : 08:32


Jornal O Estado do Maranhão

Faltando pouco mais de um ano para as eleições de 2022, fica cada vez mais clara a disputa no grupo Flávio Dino (PCdoB) entre o vice-governador, Carlos Brandão (PSDB), e o senador Weverton Rocha (PDT).

O Instituto Escutec/O Estado traz a primeira de uma série de quatro pesquisas em 2021 sobre o cenário sucessório no governo do Maranhão. Dos três cenários simulados para a sucessão estadual, a ex-governadora Roseana Sarney (MDB) participa de dois e lidera em ambos.

Nesta primeira pesquisa foram ouvidos 1,4 mil eleitores nos dias 20 a 25 de março. O intervalo de confiança é de 90% e a margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.
No primeiro cenário, reúne 12 possíveis candidatos ao governo estadual. Pelos dados, Roseana Sarney aparece com 23% das intenções contra 14% de Weverton e Edivaldo Holanda Júnior com 13%. O vice-governador Carlos Brandão (PSDB) conseguiu 9% da opinião dos eleitores e Roberto Rocha, senador da República, 8%.
intenções de votos.

Neste primeiro cenário tem ainda Eliziane Gama (Cidadania) com 3%, mesmo percentual do deputado estadual Wellington do Curso (PSDB), e Simplício Araújo com 2%. Márcio Jerry (PCdoB), Lahesio Bonfim (PSL), Josimar de Maranhãozinho (PL) e Felipe Camarão obtiveram 1% cada um deles. Nenhum dos candidatos somou 8% e não sabe ou não respondeu, 13%.

Com quatro nomes na disputa, o cenário dois mostra os seguintes dados: Roseana com 29%, Weverton Rocha com 20%, Carlos Brandão vem com 12% da opinião dos entrevistados e Roberto Rocha com 11%. Nenhum dos nomes apresentados somou 18% e não sabe ou não respondeu, 10%.

Já na terceira simulação da disputa pelo Palácio dos Leões, Weverton Rocha lidera com 25% sendo seguido por Carlos Brandão com 15% e Roberto Rocha 13%. Maior que o percentual dos candidatos é o que respondeu não votar em nenhum dos três nomes apresentados: 30%. Não sabe ou não respondeu somou 17%.

Senado

Para o Senado, dois cenários foram considerados: um com o governador Flávio Dino (PCdoB) e outro sem o gestor.

Com Dino disputando com o senador Roberto Rocha e o deputado federal Josimar de Maranhãozinho, o comunista venceria a disputa com 51% das intenções de votos. O senador Roberto Rocha vem em seguida com 21% e Maranhãozinho, com 8%.

Na simulação sem o nome do governador do Maranhão, o cenário pesquisado ficou assim: senador Roberto Rocha seria reeleito com 32% contra 15% de Othelino Neto e 12% de Josimar de Maranhãozinho. A indecisão chega a mais de 40% sendo 30% afirmando que não votariam em nenhum dos candidatos e 11% não sabe ou não respondeu.

Pesquisa Espontânea

Na pesquisa espontânea para governador, Roseana aparece com 9% sendo seguida por Flávio Dino com 7% e Weverton Rocha com 4%. Carlos Brandão é o quarto com 2%, que é o mesmo percentual de Edivaldo Júnior. Outros candidatos somaram 9% e ‘ninguém’ somou 4%. Não sabe ou não respondeu alcançou 63% da opinião dos ouvidos no levantamento.

Ex-presidente Lula lidera corrida presidencial no estado

A pesquisa Escutec/O Estado trouxe ainda o cenário da disputa pela Presidência da República. Pelo levantamento, os eleitores maranhenses, se a eleição presidencial fosse hoje, 54% votariam no ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).
O atual presidente Jair Bolsonaro (sem partido) receberia 20% dos votos dos eleitores maranhenses segundo a pesquisa Escutec/O Estado. Ele é seguido por Ciro Gomes (PDT) com 7%, Sergio Moro com 3% e João Dória (PSDB) com 2%.

O mesmo percentual do tucano tem o apresentador Luciano Huck e o empresário João Amoêdo (Novo). Eduardo Leite aparece com 1% e o Guilherme Boulos do PSOL, não pontuou. Nenhum dos candidatos somou 5% e não sabe ou não respondeu, 4%.

Rejeição

Sobre em quem o eleitor não votaria de maneira alguma, o cenário ficou assim: presidente Jair Bolsonaro aparece com 48% da rejeição dos eleitores maranhenses. O ex-presidente Lula obteve 22% da opinião dos entrevistados e Luciano Huck, 7%.

João Dória aparece com 5% e Sergio Moro com 3%. Guilherme Boulos, Eduardo Leite, Ciro Gomes e João Amoêdo tiveram 1% de rejeição cada um. Nenhum dos nomes apresentados somou 4%. Outros 7% disseram não saber ou não responderam.

4 comentários em “Pesquisa Escutec/O Estado traz o primeiro cenário para a corrida eleitoral de 2022”

  1. Alan

    4 semanas atrás  

    Pesquisa furada tu não acha a onde que Simplicio Araújo e Marcio Jerry tem mais voto do que o Deputado Federal Josimar Maranhãozinho o dep mais votado do Maranhão que tem hoje 41 prefeituras, tem três grandes partidos PL, AVANTE e PATRIOTA além de ter uma estrutura propria daí você já ver que essa pesquisa e furada

  2. Pedro Henrique

    4 semanas atrás  

    Roseana precisa deixar de usada e vendida como moeda de troca por Roberto Costa que alardea que ela só faz o que ele manda. Aqui está comprovada a sua liderança. O MDB para continuar a ter protagonismo mais do que nunca precisa dela. Que João Alberto e C&A se conscientizem disso. Voto nela pra governadora.

  3. Amadeu

    4 semanas atrás  

    Quem não curtiu esse resultado foi o Roberto Costa. Alguém viu ele comemorando o resultado.da Escutec e Exata? A mulher é do MDB! Nenhuma notinha exaltando a liderança da guerreira. Um sinal de que ele quer que ela continue dependente dele. Que ele pensa que é? Ainda tem que aprender muito. Avante Roseana!

  4. Reynaldo Pinto Filho

    4 semanas atrás  

    A igreja está ficando sem santo e não existe mais um líder atualmente que se apresente como uma esperança política de que tanto o povo sonha encontrar. Todos os governadores que chegaram com muita falácia,acabaram sendo engolido pelas suas próprias palavras cheias de promessa e nada aconteceu que desnorteasse dos antigos.No estado não existe mais aquele político que poderíamos chamar de um grande líder,preparado,com boa oratória,humilde , simples e que passe uma personalidade firme e forte.Todos os que estão se apresentando como prováveis candidatos atualmente,farão com que tenhamos a maior abstenção de todos os tempos,é só olhar a relação. O Maranhão precisa de político que conheça bem Brasília atualmente e que não fique atrás de guias para tudo. Acho que talvez a candidatura da Roseana ao governo,traga novo alento a população que anda sofrendo muito,principalmente os servidores públicos do estado. Mas isso dependerá das pesquisas e do seu empenho.Sempre digo,”O maior arrependimento de uma pessoa,é se arrepender de não ter tentado”. Tente Roseana!

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>