Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

Pelo poder: velhos grupos políticos de Santa Inês se aliam ao sentirem derrota

4 de setembro de 2020 : 22:56

Os dois grupos políticos mais tradicionais de Santa Inês voltaram a se unir. Tudo para se manterem no poder. Trata-se dos grupos dos ex-prefeitos, Valdivino Cabral e Roberth Bringel. A aliança foi feita no final da tarde desta sexta-feira, 4.

A união dos grupos ocorre após o anúncio da pré-candidatura do Deputado Estadual, Felipe dos Pneus (Republicanos) e ter grande repercussão e ser aclamado pelo povo. Ao que tudo indica, os velhos grupos perceberam que separados não poderiam vencer o jovem parlamentar que é um dos 10 mais atuantes na Assembleia Legislativa. Uma articulação arriscada, já que o sentimento do povo de Santa Inês é de mudança. O discurso que se ouve nas ruas da cidade é que “já chega de mais do mesmo, é hora de renovação”.

Na verdade, os dois grupos sempre foram aliados. Bringel foi eleito prefeito em 2004 por indicação do grupo Cabral. Após ser reeleito em 2008, ele quebrou a aliança e o grupo se dividiu. Em 2012, Cabral indica Sirino para disputar às eleições municipais, porque já tinha problema na justiça e não poderia se candidatar. E Bringel, seguiu apostando na eleição do empresário Nono. Há em Santa Inês a máxima de que Ribamar só ganhou a eleição porque o grupo tinha se dividido. Os grupos voltaram a se aliar em 2016, quando o filho do Cabral fechou a chapa de Bringel no cargo de vice-prefeito de Vianey Bringel.

Talvez a estratégia não surta tanto efeito, já que o povo sabe que Cabral teve que recorrer a uma liminar federal para poder concorrer às eleições, já que ele foi condenado pelo Tribunal de Contas da União por desvio de mais de R$ 3 milhões. Além disso, tem como patrocinador Josimar de Maranhãozinho, que tem histórico de sucatear as prefeituras em que apoia.

Agora é aguardar os próximos capítulos dessa novela política de Santa Inês… Além de Felipe dos Pneus e Cabral, também devem concorrer às eleições, Creusa Brito (PSL), Lindenberg Braga (PSD), Pe. Nelcino (PSDB) e Ribamar Alves (MDB).

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>