Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

Professor Eduardo Telles apresenta suas propostas para São Luís

23 de julho de 2020 : 17:07

A comunidade ludovicense fez perguntas ao pré-candidato a vereador, *professor Eduardo Telles*, quanto às suas propostas para a cidade de São Luís. Seguem abaixo, perguntas e respostas. Confira:

*Como vereador, quais as metas para a inclusão social de jovens,crianças e adolescentes? (Cristiane Machado, mãe de atleta)?*

*Professor Eduardo*- Quero levar muitos projetos sociais de esporte, cultura e lazer aos bairros de São Luís; criar a lei do bolsa atleta municipal, e que todas as escolas de São Luís tenham um espaço para o esporte, para a cultura e que seja um área também para as comunidades dos bairros se reunirem, se organizarem e  se confraternizarem.O Esporte e a Cultura devem estar como prioridade para tirar as crianças das ruas. Lutarei pela criação da lei de incentivo do Esporte e Cultura da nossa cidade.

*O senhor vai exigir do prefeito a volta do orçamento participativo (Cristina Moreira Lima – admiradora)?*

*Professor Eduardo*- Sim. Lutarei pela Criação das Sub prefeituras e dentro delas o orçamento participativo será norte das ações da prefeitura nos bairros e regiões. Prestarei contas das ações, como vereador, a cada trimestre.

*Gostaria de saber quais serão as suas medidas para inclusão dos jovens no mercado de trabalho (Cesar – Funcionário da Malharia Luart)?*

*Professor Eduardo*-  Principalmente, a estimulação de Cooperativas nas diversas áreas produtivas como forma de dar início à experiência da juventude;

  • Estimular o empreendedorismo juvenil em especial, no ensino fundamental das escolas municipais, além de incentivar a formação dos nossos jovens nas atividades naturais da nossa cidade, o Turismo e o Folclore;
  • Estimular as empresas de São Luís a contratarem através de estágio e dá a primeira chance aos nossos jovens;
  • Através de lei, criar a Escola Ludovicense de Empreendedorismo;
  • Quero ser um vereador que atenda nossa comunidade, principalmente, os nossos jovens da periferia, oferecendo-lhes o empreendedorismo como estímulo aos seus talentos. O município de São Luís deve ter essa preocupação com nossa juventude.

*Qual será seu foco, será só o esporte ( Irlanda Silva – Mãe de atleta de Handebol)?*

*Professor Eduardo*- Meu foco será, em especial, a inclusão das crianças, jovens e adolescentes na vida social da nossa cidade. E o esporte será o carro chefe. Estimularemos  a criação de projetos sociais de esporte, cultura e lazernos nossos bairros. Lutaremos por leis que protejam aqueles que já existam e, principalmente, estimule a ter mais participantes atuando em projetos. Acredito que o Esporte, a Cultura e o Lazer são atividades concretas para salvar nossa juventude.

*Professor, em relação às nossas praças esportivas, o senhor tem algum projeto em mente para administração e manutenção dessas peças esportivas? Como seria esse projeto (Denis – Atleta de Handebol)*?

*Professor Eduardo*-  Só acredito nessa conservação e manutenção de praças esportivas através da participação da comunidade que usufrui dessas locais de uso coletivo. Quem tem mais interesse para que a praça esportiva seja preservada? Quem a usa. Então, vejo que precisamos que a Administração Municipal, os conselhos comunitários, juntamente com as Sub Prefeituras possam coadministrar a sua utilização.  E, dentro desse projeto de conservação, é importante buscar a participação dos comerciantes de cada área para essa parceria na sua conservação e manutenção. É preciso entregar a quem usa as áreas de esporte e lazer,  “à comunidade” a sua administração, em parceria com poder público e iniciativa privada, nos bairros.

*Como você pretende ajudar a cidade de São Luís a melhorar, inclusive, os bairros (Luiza – Funcionária Pública )?*

*Professor Eduardo*- Defendo a criação das Sub Prefeituras, em que as ações serão mais fáceis de serem realizadas, devido à administração estar mais próxima das comunidades. Associado à criação das Sub Prefeituras virá o Orçamento Participativo – como acontecia nos governos de Jackson Lago. A população daquela regional decidirá o que é mais prioritário para o seu dia a dia.

*Que projetos você pretende apresentar, quando afirma que vai levar muitas iniciativas aos bairros de São Luís nas áreas, social, cultural e esportiva? E como realizar nas escolas municipais o Projeto que acontece no Barbosa de Godóis, com outros esportes, além do handebol? (Dulce Irene – Professora da Rede Municipal e Estadual)?*

*Professor Eduardo* – Precisamos criar o Projeto da Lei de Incentivo ao Esporte nos Bairros, onde as entidades serão estimuladas a criar, manter projetos sociais de esporte cultura e lazer através de financiamento de escolinhas e grupos culturais para 200 crianças e adolescentes. As entidades serão escolhidas por edital pelo qual receberão R$20.000,00, ao ano, distribuídos em 10 parcelas de R$2.000,00. Cada projeto deverá ter até 200 participantes.

  • Os professores de educação física voltarão a serem estimulados a formar escolinhas nas instituições de ensino. A carga horária deverá ser dividida 50% com as aulas de Educação Física e 50% com aulas de esporte. Como antigamente acontecia nas escolas municipais e hoje não existe, em virtude de elas não terem mais professores de esporte.
  • A escola deverá estar aberta para as atividades esportivas, de cultura e de lazer da comunidade, aos finais de semana, como integração escola/comunidade.

*O que você pensa sobre saneamento básico e dos boeiros de esgostos expostos, principalmente nas periferias? (Jailson Santos – Funcionário da Vale)?*

*Professor Eduardo* – Jailson, obrigado pela pergunta. O saneamento básico é saúde.  A política de saneamento passa, fundalmentalmente, pela recuperação dos nossos rios ludovicenses. É preciso agir pelo financiamento público federal para mudar essa dura tarefa. O saneamento é a obra mais cara e a mais importante na saúde de uma população, que fica debaixo da terra e os muitos políticos não têm essa política pública como prioridade. É preciso priorizar o saneamento, inclusive deveria estar associado ao SUS, nas esferas dos governos, federal, estadual e municipal. Acredito que o recolhimento dos resíduos sólidos deve estar diretamente associado à recuperação dos nossos mananciais. Nossos rios precisam ser recuperados e isso passa pela recolhimento dos resíduos.  Cada bairro de São Luís deve ter um Planejamento micro, associado a um planejamento macro na recuperação e recolhimento do esgoto e águas fluviais.

Penso que a recuperação deve partir do mais fácil (a rua) até chegar ao mais difícil (as grandes redes de recolhimento e transporte). Acredito eu que, se for feito, faremos o saneamento micro  facilmente e veremos que o macro será um fator necessário. Cobrarei da Prefeitura a recuperação dos nossos rios municipais.

*Só prometa, se eleito for. Quando será reinaugurado o complexo aquático do Castelinho? (Ribeiro Junior – Jornalista)?*

*Professor Eduardo* – Cobrarei que os 13 milhões que estão na Caixa sejam usados para sua reforma iniciada. Não sabemos por qual motivo a obra foi parada novamente.

*Como você pensa se eleito Vereador de São Luís formular uma política pública para assegurar o acesso das pessoas com deficiência ao esporte, a Cultura e o Lazer (Prof° Batista Botelho – Professor e Ex. Vereador de São Luís)?*

*Professor Eduardo* – Muito importante essa Pergunta.  As pessoas com deficiência deverão estar inseridas na sala de aula, como todos os alunos da rede regular, as escolas deverão ter profissionais que as estimulem as pessoas com deficiências a participarem das atividades da instituição de ensino. Esses profissionais multidiciplinares, na área de Libras, Deficiência Físicas e Intelectuais, além da convivência na sala de aula com todos os alunos,  receberão o acompanhamento no estímulo de aprendizagem e reforço para superar as suas deficiências. A estas crianças e jovens estimularemos políticas de esporte e cultura na escola na forma de inclusão e valorização das suas habilidades e dons. É preciso incluir com aceitação e participação de todos: aluno, comunidade escolar e família.  Precisamos estimular também o empreendedorismo as pessoas com deficiência buscando atender suas habilidades.

Quero saber, para que você quer ser vereador (Gleycianne Marques – Atleta de Handebol / 13 anos)?*

*Professor Eduardo* –  Quero ser vereador para criar leis e caminhos para a melhoria de vida das pessoas, através das políticas públicas de Esporte, Cultura e Lazer. Acredito que é possível isso. Ao longo de trinta anos da minha trajetória, venho me dedicando a salvar vidas e a estimular sonhos através do esporte e vi vários serem realizados, como a conquista de uma profissão, com formação superior.  O Esporte e a Cultura podem sim ser a real salvação da nossa juventude.

Um comentário em “Professor Eduardo Telles apresenta suas propostas para São Luís”

  1. Reynaldo Pinto Filho

    2 meses atrás  

    Professor,as suas intenções são boas,contudo o senhor esta com o discurso que todos falam a décadas e nada sai do papel. O nobre fala de projetos e mais projetos,sub prefeituras,que por sinal começou uma no centro histórico e o prefeito sumiu no outro dia. Também, o nobre se refere a locais de esportes nos bairros,onde os moradores irão participar do zelo e conservação das mesmas,pura falacia. Os pais não vão nem na escola para saber como andam seus filhos. Saneamento básico,esse problema na nossa ilha ,é mais velho do que nos dois,parece com o problema da seca no nordeste , os políticos brigam por recursos que somem no meio do caminho. Agora,o projeto de orçamento participativo,é uma excelente ideia,que o Dr.Jackson Lago tentou colocar em prática,morreu e não deu certo.Esse tipo de projeto,só em país de primeiro mundo. O amigo fala de parcerias com empresas para geração de empregos aos jovens como estagiários,só acontecerá ,se a falida prefeitura, que atualmente está com um rombo para começar de mais de 200 milhões,conceder algum incentivo junto ao ISS para os empresários. As coisas aqui na ilha, dita como rebelde,de rebelde não tem nada,onde os pais não participam da vida educacional dos filhos,vendem-se por migalhas para políticos aproveitadores ,jogam lixo nas avenidas e ruas,acham que é obrigação da prefeitura tirar o mato de suas portas e etc.,nada funciona pela mentalidade do seu povo. Mas, quem tem fé em Deus,tudo pode acontecer como um milagre,e que esse povinho tome consciência que precisamos mudar a cada quatro anos. Professor,guarde algum dinheiro para a reta final dessa eleição se quiser ter sucesso,contudo tenha fé na sua vitória.

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>