Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

Eduardo Braide é eleito ainda no primeiro turno, aponta pesquisa

4 de julho de 2020 : 09:15

O pesquisa do Instituto Prever realizada entre os dias 29 de junho e 2 de julho, mostra que Eduardo Braide (Podemos), venceria a eleição no primeiro turno se ela fosse feita hoje. O deputado federal terminaria a eleição com mais de 50% dos votos válidos em todos os cenários estimulados. Para ter essa definição são eliminados aqueles que dizem votar nulo ou branco e aqueles que ainda estão indecisos, os classificados como não sabem ou não souberam responder.

No entanto, o Instituto Prever faz um alerta. Apesar dos votos válidos garantirem a vitória de Eduardo Braide, deve-se lembrar que os indecisos, não sabem ou não responderam, podem mudar tomar uma decisão até lá e mudar o cenário, tanto favorecendo a Braide como desfavorecendo, ou seja, a analise é exclusiva dos dias atuais.

No primeiro cenário estimulado, Eduardo Braide terminaria a eleição com 50,1%. Duarte Júnior teria 10,3% e  Wellington do Curso 10,2%. Adriano Sarney (PV) aparece com 8,3%. Um pouco mais abaixo Bira do Pindaré (PSB) teria 6,8%, seguido por Neto Evangelista (DEM) com 6,1%. Depois Madeira (SDD) com 2,8%; Jeisael Marx (Rede) com 1,5%; Rubens Júnior (PCdoB) 1,4%; Dr Yglesio (PROS) 1,2%; Detinha (PL) 0,9%; Silvio Antônio (PRTB) 0,2%; Saulo Arcangeli (PSTU) 0,1%; Honorato Fernandes (PT) 0,1% e Franklin Douglas (PSOL) que não pontuou.

No segundo cenário, sem Wellington do Curso e Silvio Antônio, Eduardo Braide chegaria a 52,8%. Duarte Júnior teria 10,8% e Adriano Sarney (PV) com 8,8%. Um pouco mais abaixo oscilando, aparece Bira do Pindaré (PSB) com 8,4%, seguido por Neto Evangelista (DEM) com 7,7%. Depois Madeira (SDD) com 3,2%; Jeisael Marx (Rede) com 2,8%; Rubens Júnior (PCdoB) 2,0%; Dr Yglesio (PROS) 1,9%; Detinha (PL) 1,2%; Saulo Arcangeli (PSTU) 0,4%; Honorato Fernandes (PT) 0,1% e Franklin Douglas (PSOL) que não pontuou.

No terceiro cenário, onde são excluídos Detinha e Silvio Antônio. Eduardo Braide terminaria com 50,4%. Duarte Júnior abre o pelotão dos demais pré-candidatos com 10,3%, empatado com Wellington do Curso com 10,3% e Adriano Sarney (PV) com 8,4%. Um pouco mais abaixo, aparece Bira do Pindaré (PSB) com 6,9%, seguido por Neto Evangelista (DEM) com 6,4%. Depois Madeira (SDD) com 2,8%; Jeisael Marx (Rede) com 1,6%; Rubens Júnior (PCdoB) 1,4%; Dr Yglesio (PROS) 1,3%; Saulo Arcangeli (PSTU) 0,1%; Honorato Fernandes (PT) 0,1% e Franklin Douglas (PSOL) que não pontuou.

 

 

No quarto cenário, onde são retirados Wellington do Curso, Detinha e Silvio Antônio. Eduardo Braide aparece isolado na liderança com 53%. Duarte Júnior terminaria com 10,9% e Adriano Sarney (PV) com 8,9%, seguido por Bira do Pindaré (PSB) com 8,4%, Neto Evangelista (DEM) com 7,8%. Depois Madeira (SDD) com 3,3%; Jeisael Marx (Rede) com 3%; Rubens Júnior (PCdoB) 2,1%; Dr Yglesio (PROS) 2%; Saulo Arcangeli (PSTU) 0,4%; Honorato Fernandes (PT) 0,1% e Franklin Douglas (PSOL) que não pontuou.

A pesquisa do Instituto Prever possui uma margem de erro máxima estimada considerando um modelo de amostragem aleatória simples de 1006 entrevistas que é de 3% para mais ou para menos e o índice de confiança é de 95%. O plano amostral consta de quotas proporcionais existentes no município pesquisado de acordo com as variáveis, Sexo, Faixa Etária e escolaridade referenciadas na base de dados do mês de maio de 2020 do TSE. A pesquisa está registrada com o seguinte protocolo MA-04571/2020.

2 comentários em “Eduardo Braide é eleito ainda no primeiro turno, aponta pesquisa”

  1. 1 mês atrás  

    Deixa o pessoal descobrir o acordo de braide com Roberto Rocha pra tu vê se ele chega nos 20%

  2. Irenilde Gomes de Carvalho

    1 mês atrás  

    Seria meu candidato se votasse aí, não o conheço, mas jamais votaria em comunistas.

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>